Escola de Negócios EENI Business School

Sulaiman Al-Rajhi (Multimilionário, Arábia)



Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) da EENI

Renunciar a todas as suas riquezas, Banco Al-Rajhi (Arábia Saudita)

  1. O empresário e filantropo muçulmano saudita Sulaiman Al-Rajhi
  2. O Banco Al-Rajhi
  3. A doação de toda a sua fortuna à filantropia

Sulaiman Al-Rajhi (empresário e filantropo muçulmano saudita):
Sulaiman Al-Rajhi Multimilionário da Arábia

Estudante mestrado em negócios internacionais EAD

A UC «Sulaiman Al-Rajhi (Empresário muçulmano da Arábia Saudita)» é estudada nos seguintes programas ministrados pela EENI Global Business School:

Curso: Islão e Negócios.

Islão, Ética e Negócios. Espaços Económicos Islâmicos

Mestrado: Negócios Internacionais.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais

Doutoramentos: Ética, Religiões e Negócios, Negócios Islâmicos.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais

Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Sulaiman Al-Rajhi Estudar comércio exterior em Inglês online Sulaiman Al-Rajhi Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Sulaiman Al-Rajhi.

Negócios no Médio Oriente

O homem de negócios saudita muçulmano Sulaiman Al-Rajhi.

Sulaiman Al-Rajhi foi o fundador do Banco Al-Rajhi da Arábia Saudita (Médio Oriente), além de multimilionário foi um filantropo de fama mundial. Em 2011, a sua fortuna foi estimada por Forbes em sete bilhões de dólares.

Sulaiman Al-Rajhi é um multimilionário que elegeu voluntariamente renunciar a todas as suas riquezas e converter-se em um homem pobre deixando de ter qualquer dinheiro em numerário ou em bens imóveis ou em ações que possuía anteriormente.

«Agora sou dono só das minhas roupas. Distribuí as minhas riquezas entre os meus filhos e um fundo de caridade. No que a mim respeita, esta situação não é estranha. A minha situação financeira alcançou o ponto zero duas vezes na minha vida

«Toda a riqueza pertence à Alá, nós só somos em quem confiou (Deus) para cuidar dela. Teve várias razões que me impulsionaram a distribuir a riqueza e que deram lugar à realização desta virtude... Tudo muçulmano deve pensar em algumas doações que lhe poderiam beneficiar na vida após a morte» Sulaiman Al-Rajhi.

Sulaiman Al-Rajhi é muçulmano.

Tornou-se em pobre depois de transferir todos os seus bens aos seus filhos e à beneficência. A Fundação SAAR dedica-se a gerenciar todas as suas atividades filantrópicas.

Em reconhecimento pela sua destacada labor para servir ao Islão, incluindo as suas funções no estabelecimento do maior banco islâmico do mundo e a sua contribuição periódica aos esforços humanitários para combater a pobreza, Al-Rajhi foi eleito para o prestigioso Prémio Internacional Rei Faisal para o Serviço ao Islão.

Além de estabelecer o maior banco Islâmico do mundo, fundou a maior granja de aves de curral no Médio Oriente e outro projeto para o cultivo do camarão Al- Laith. Também estabeleceu outros projetos de investimento em bens imóveis.

Fundado em 1957, o Banco Al-Rajhi é um dos maiores bancos islâmicos do mundo, com uns ativos totais de SAR 221 mil milhões (59 bilhões de dólares).

Com mais de cinquenta anos de experiência em atividades comerciais e bancárias e profundamente arraigado nos princípios bancários islâmicos, o Grupo atua conforme à Xaria.

Sulaiman Al-Rajhi pertenceu ao Espaço Económico Árabe.

  1. O Fundo Saudita para o Desenvolvimento
  2. O Programa Árabe do Golfo

Homens e mulheres de negócios da Arábia Saudita.

  1. Príncipe Alwaleed Bin Talal
  2. Maomé Hussein Ali Al Amoudi
  3. Maomé Bin Issa Al Jaber
  4. Lubna Olayan
  5. Hayat Sindi
  6. Haifa Al Mansour

Religiões e negócios.




(c) EENI Global Business School (1995-2024)
Não usamos cookies
Topo da página

EENI: O Conhecimento leva à unidade, assim como a ignorância à diversidade