Internacionalização Empresarial Estratégias Análise FOFA Porter Global

EENI

 

Conteúdo programático - Internacionalização Empresarial:

- Estratégias de internacionalização empresarial.
- O processo de direção estratégica
- Estratégias e vantagens competitivas no mercado global.
- O modelo das 5 forças de Porter.
- A cadeia de valor.
- Análise FOFA SWOT (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças)..
- Estratégias de globalização, regionalização ou localização
- Alianças estratégicas globais e competitividade
- Análise de casos de internacionalização.

Materiais de estudo em: Es Internacionalización En Internationalization Fr

A unidade: "Internacionalização" Faz parte da Máster em Comércio Exterior, Marketing e Internacionalização

Máster Comércio Exterior

Curso Internacionalização e Investimentos

Resumo da unidade Internacionalização Empresarial:

Objetivos da unidade Internacionalização Empresarial:

  • Saber como desenvolver e implantar uma estratégia de internacionalização.
  • Conhecer como outras empresas tem aplicado estas estratégias.

Toda pessoa que deseje fazer negócios internacionais deve ser, antes de tudo, um estrategista capaz de desenvolver estratégias globais, porém adaptadas a cada mercado. A estratégia de internacionalização deve incluir todos os conceitos que temos analisado nas unidades de marketing internacional. Nesta unidade, analisaremos os principais conceitos sobre estratégias de internacionalização, assim como casos de sucesso de diferentes empresas.

Qualquer pessoa que opere nos mercados internacionais terá que tomar decisões. O mercado global é por si mesmo incerto, com novas oportunidades mas também novas ameaças. Estas oportunidades e ameaças fazem com que tenhamos que tomar uma série de decisões efetivas e rápidas (sobretudo em ambientes b2b), em função do risco, de nossos Objetivos, prioridades e recursos.

Se isto já é complexo no mercado nacional, é muito mais nos mercados Internacionais, onde enfrentamos dinâmicas e culturas muito diferentes das nossas. Trabalharemos com mercados com ambientes humanos, econômicos, administrativos, legais, comunicacionais e valores de referência diferentes. Por fim, interagimos com pessoas de culturas muito diferentes.

Por isso, necessitaremos de uma metodologia que nos permita minimizar os possíveis erros e readaptar rapidamente nossas estratégias globais.

O conceito de vantagem comparativa e competitiva será muito importante no processo de decisão de uma estratégia internacional.

Exemplo da unidade Internacionalização Empresarial:
Internacionalização Empresarial

Michel E. Porter analisou a razão pela qual certos países são sede de empresas multinacionais de êxito. Sua análise parte das empresas e dos fatores que as levam a ter êxito nos mercados internacionais. Ele agrupa os fatores em cinco grupos: recursos, demanda e oferta, relações no setor, governo e, gestão empresarial.

A análise FOFA - Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças - é uma ferramenta que nos permite desenhar a situação atual da empresa em função destes 4 critérios para tomar decisões.

As forças e as fraquezas são internas da organização, por isso é possível atuar diretamente sobre elas. Por outro lado, as oportunidades e as ameaças são externas, o que, em geral, torna muito difícil modificá-las.

Forças: são as características próprias da nossa empresa que nos permitem ter uma posição privilegiada em algum aspecto ou em vários frente a nossa concorrência. Podem ser: recursos que controlamos, capacidades e habilidades, I+D, rede de distribuição própria, uma marca reconhecida, etc.

Oportunidades: são aqueles fatores positivos que devem ser descobertos no ambiente em que atua a empresa, e que permitem obter vantagens competitivas.

Fraquezas: são aqueles fatores que provocam uma posição desfavorável frente à concorrência. Uma rede de distribuição não fidelizada, uma marca mal posicionada, não dispor de recursos suficientes, processos mal executados, etc.

Ameaças: são aquelas situações que provém do ambiente e que podem chegar a atentar inclusive contra a permanência da organização no ambiente. Um exemplo é a capacidade que temos de criar barreiras à entrada no mercado de produtos ou serviços similares ao nosso.


(c) EENI- Escola de Negócios (1995-2014)
EENI Escola de Negócios