Financiamento internacional

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - O financiamento internacional das importações e exportações:

Esta unidade curricular é composta por duas partes:

1- Financiamento internacional.

  1. Introdução ao financiamento internacional
  2. Financiamento das importações e das exportações
  3. Riscos da atividade exportadora
  4. Risco país
  5. Créditos de financiamento e pré-financiamento das exportações
  6. Modalidades de financiamento e faturamento
  7. Opções para financiamentos em comércio exterior (Brasil)
  8. Crédito à exportação (OCDE)
  9. Outras modalidades de financiamento do comércio exterior:
      - Factoring (fomento mercantil)
      - Forfaiting (Desconto de Saque)
      - Leasing de exportação
  10. Casos de estudo sobre financiamento internacional
  11. A integração financeira regional na África

2- Mercados de divisas.

  1. Os mercados de divisas internacionais (FOREX)
  2. As crises financeiras. A crise económica mundial
  3. Taxa Tobin
  4. Taxas de câmbio
  5. Risco de câmbio
  6. Seguro de câmbio
  7. Mercados a contado, a prazo (forward)
  8. Tipos de cobertura
  9. Opções sobre divisas. Call / Put Options
  10. Banco de Compensações Internacionais (BIS)
  11. Comércio de divisas: bancos centrais, empresas, corretores, fundos hedge, investidores e especuladores
  12. Banco Central Europeu. O Euro
  13. Análise de vulnerabilidade
  14. Caso de estudo: a balança de pagamentos como ferramenta de análise do risco de solvência de um mercado

Objetivos da unidade curricular - financiamento internacional:

  1. Entender as modalidades de financiamento das importações e das exportações
  2. Compreender os riscos associados às operações de comércio exterior
  3. Saber como gerenciar o pré-financiamento e o financiamento das exportações
  4. Entender os fundamentos dos mercados internacionais de divisas no comércio exterior
  5. Conhecer o funcionamento dos mercados ao contado e a prazo
  6. Saber como cobrir o risco de câmbio nas exportações e nas importações

Unidade complementar facultativa: os bónus e as garantias internacionais.

Só disponível em inglês ou francês.

  1. Introdução aos bónus e às garantias internacionais
  2. Licitações e bónus performance
  3. Fianças por pagamento antecipado / progresso
  4. Retenções e bónus On Demand
  5. Outros tipos de garantias
  6. Gerenciamento dos bónus e das garantias
  7. Bónus bancários
  8. Registos de responsabilidade do cliente
  9. Regras para a emissão do bónus e das garantias da Câmara de Comércio Internacional
  10. Desconto de faturas
A unidade curricular "financiamento internacional" estuda-se:
  1. Mestrado Profissional em Negócios Internacionais
  2. Mestrado em Comércio e Marketing Internacional
  3. Pós-Graduação em Comércio Exterior
  4. Curso Meios de pagamento e financiamento

Idioma de estudo: Pt ou Es Financiación En Finance Fr Financement.

Créditos da unidade curricular "Financiamento internacional": 4 ECTS.

Área de conhecimento: comércio exterior.

Exemplo da unidade curricular - financiamento internacional:
Mercados divisas FOREX

Descrição da unidade curricular - O financiamento internacional (Importação - Exportação):

As empresas exportadoras, em muitas ocasiões devem facilitar o financiamento a seus clientes devido, principalmente, às exigências do mercado. O mercado de divisas é o meio onde se efetua a compra e venda das divisas.

Os exportadores de mercadorias e dos serviços, a inversão no exterior e os empréstimos do exterior formam a oferta das divisas, enquanto a demanda é formada pelos importadores, as inversões no exterior, etc. As operações anteriores criam uma compra e venda de divisas em um mercado regido pela oferta e demanda.

Sempre que se efetua uma operação de exterior e que a retribuição que se receberá pelo bem entregue ou o serviço prestado seja em uma moeda diferente da própria, ou seja, diferente da do giro habitual de uma empresa, se incorre em um risco de câmbio.

As modalidades básicas de financiamento das operações de comércio exterior são: financiamento das importações e das exportações. Ambas podem efetuar-se na divisa do exportador ou em qualquer divisa que tenha convertibilidade.

No segundo caso, a empresa assumirá certos riscos e gastos, mas lhe será rentável na medida em que a diferença nos tipos de interesses seja importante. As operações financeiras de comércio exterior podem efetuar-se na divisa do exportador, na do importador ou numa terceira divisa, à margem da moeda de faturamento.

Financiamento Exportação

O mercado de câmbio (FOREX, Foreign Exchange Market) é o maior mercado do mundo.

Segundo o Banco de Regulamentos Internacionais o volume de negócio meio diário alcançou quase os três triliões de dólares. Se estimamos que no FOREX se realizam operações 250 dias ao ano, estaríamos falando de uma quantidade global de 750.000 triliões de dólares, um volume cem vezes maior que o volume total das exportações e os serviços (7.840). Sabemos com toda certeza, que parte do FOREX é meramente especulativa. Segundo Attak, o 80% desta quantidade estima-se que possa sê-lo.

O mercado de câmbio não tem um lugar centralizado, nem limita-se a um país determinado. De fato, é um mecanismo mediante o qual os compradores e vendedores se põem em contacto. O formam os cambistas dos bancos em Madri, Frankfurt, Paris, Londres, etc. Fazem operações entre bancos e com seus clientes dentro e fora do país.

Londres é a principal praça do Forex, estima-se que um terço das operações deste mercado se realiza lá, com um volume de negócio de 504 bilhões de dólares por dia. Distribuição geográfica dos mercados avista:
- Londres: 31%
- Nova Iorque: 16%
- Tóquio: 9%
- Singapura: 6%
- Suíça: 4%
- Hong Kong: 4%
- Outros: 30%

Exemplos - financiamento das exportações

Créditos de financiamento das exportações

Garantías Comércio Exterior

Responsabilidade Social Corporativa

FOREX

Programa de financiamento do comércio árabe.



EENI Escola de Negócios