Escola de Negócios EENI Business School

Acordo Colômbia-El Salvador, a Guatemala, Honduras


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): o Acordo de Livre-Comércio Colômbia-Triângulo do Norte

  1. Introdução ao Acordo de Livre-Comércio (ALC) Colômbia-Triângulo do norte (El Salvador, Guatemala, Honduras)
  2. Os benefícios do acordo
  3. A certificação e a declaração de origem
  4. O comércio exterior (exportações, importações) da Colômbia com El Salvador, a Guatemala e Honduras

Exemplo - O Acordo de Livre-Comércio (ALC) Colômbia-Triângulo do norte:
Acordo de Livre-Comércio Colômbia-Triângulo do Norte

A UC «O Acordo de Livre-Comércio (ALC) Colômbia-Triângulo do norte» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Cursos: Negócios nos Países andinos, América Central
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Americanos, Comércio Mundial
  3. Mestrados: Negócios na América, Negócios Internacionais, Comércio Exterior

Estudante doutoramento / mestrado, negócios internacionais, comércio exterior

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramentos) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Colombia Triangulo norte. Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais Colombia Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Colombie.

Descrição - O Acordo de Livre-Comércio Colômbia-Triângulo do norte

A Colômbia e os países do Triângulo do norte (El Salvador, Guatemala, Honduras) iniciaram negociações conducentes à assinatura de um Acordo de Livre-Comércio em Junho de 2006.

Os objetivos do Acordo de Livre-Comércio Colômbia-Triângulo do Norte são:

  1. Promover a expansão e a diversificação do Comércio exterior de mercadorias e serviços entre as partes
  2. Eliminar as barreiras técnicas ao comércio internacional e facilitar a circulação transfronteiriça de mercadorias e serviços dentro da área de livre-comércio
  3. Promover as condições de concorrência leal entre as partes
  4. Promover, proteger e aumentar substancialmente os investimentos
  5. Criar os procedimentos eficazes para a execução e o cumprimento deste tratado, pela sua administração conjunta, e para a solução de controvérsias
  6. Estabelecer os alinhamentos para a cooperação bilateral para expandir e para melhorar os benefícios deste tratado

As negociações do Acordo de Livre-Comércio incluíram assuntos como: o tratamento nacional e o acesso ao mercado de mercadorias, o investimento estrangeiro direto (IED), os serviços, o comércio transfronteiriço de serviços, o comércio eletrónico, a cooperação, a solução de diferenças, a contratação pública, a facilitação do comércio, as medidas sanitárias e fitossanitárias (SPS), as normas técnicas, as normas de origem e as medidas de defesa comercial.

A partir da data da vigência do acordo com os países do Triângulo Norte, 55% dos bens industriais negociados ficaram livres das tarifas aduaneiras; e em cinco anos, a percentagem libertada chegará a 68%. Outros grupos de mercadorias ficarão livres das tarifas aduaneiras em 10, quinze e vinte anos.

Espaço Económico Latino-americano da Civilização Cristã-Ocidental.

Acordos de Livre-Comércio da Colômbia: MERCOSUL (CAN), Comunidade Andina, União Europeia, Associação Latino-Americana de Integração, Associação dos Estados das Caraíbas, União de Nações Sul-Americanas...



(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2021)
Não usamos cookies
Topo da página