Acordo de Comércio Livre Chile-China

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo Conteúdo programático da subunidade curricular: Chile-China (Acordo de Comércio Livre).

  1. Introdução ao Acordo de Comércio Livre Chile-China
  2. Capítulo sobre o comércio exterior de serviços
  3. Capítulo de investimentos

Créditos

A subunidade curricular «O Acordo de Comércio Livre (ACL) China-Chile» estuda-se:
  1. Mestrados profissionais e-learning: América, Ásia, Países BRICS, Negócios Internacionais
  2. Doutoramentos à distancia: Ásia, América

Idioma de estudo: Português + Espanhol Chile Inglês China-Chile Francês Chine.

Descrição Descrição da subunidade curricular - O Acordo de Comércio Livre Chile-China.

O Acordo de Comércio Livre (ACL) entre o Chile e a China foi uma negociação rápida e efetiva. Em junho de 2002, a China propôs ao Chile começar as negociações de um acordo comercial e o lançamento das negociações levou-se a cabo na Cúpula de Líderes da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC) realizada em Santiago em novembro de 2004. As negociações começaram em Pequim em janeiro do 2005 e após cinco rodadas, culminaram em outubro do mesmo ano.

Atualmente estão-se negociando um Capítulo de investimentos no quadro da terceira fase do acordo de comércio livre Chile-China.

  1. O Capítulo sobre o comércio exterior de serviços também está em plena vigência.
  2. O Chile é o terceiro maior parceiro comercial da China na América Latina, enquanto a China é o maior parceiro comercial do Chile a nível global.
  3. O comércio bilateral entre a China e o Chile atingiu 17,53 mil milhões de dólares, um 19,3% ano com ano.
  4. As importações da China do Chile foram de 11,16 mil milhões de dólares, um aumento de 5,6%.

Exemplo da subunidade curricular - O Acordo de Comércio Livre Chile-China:
Acordo de Comércio Livre Chile-China

Chile-China Acordo

Acordos de comércio livre (ACL) da China - tratados do Chile.

国际贸易、全球营销及国际化硕士.



Universidade U-EENI