Escola de Negócios EENI Business School

Corredor de Transporte Trans-Caspiano, Turquia



Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) da EENI

Trans-Caspiano (Corredor de Transporte) Azerbaijão, Geórgia, Cazaquistão, Quirguistão

  1. Introdução ao Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central): a rota mais curta entre a Ásia e a Europa
  2. Países-membros do corredor: Afeganistão, Azerbaijão, Geórgia, Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão, Turquia, Turquemenistão e o Uzbequistão
  3. Principais características do Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central)
  4. O Corredor Trans-Caspiano e a sua relação com o Corredor Afeganistão-Turquemenistão-Azerbaijão-Geórgia-Turquia (Lápis-lazúli) e com o Corredor a Europa-Cáucaso-Ásia
  5. Países na área de influência do Corredor Trans-Caspiano: Ucrânia, Moldávia, Roménia, Bulgária, China, Rússia, Síria, Irão, Paquistão e Índia
  6. O corredor Trans-Caspiano como parte da Rota da Seda do século XXI

Exemplo: Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central)
Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central)

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

Transporte Multimodal

Corredor Trans-Caspiano (Corredor Central).

O Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central) é constituído pelo Afeganistão, Azerbaijão, Geórgia, Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão, Turquia, Turquemenistão e Uzbequistão.

Negócios na Europa Oriental e Turquia

É a rota mais curta e económica entre a Ásia e a Europa. As exportações de mercadorias entre a Ásia e a Europa podem ser transportadas até três vezes mais rápido através do Corredor Trans-Caspiano do que usando as rotas tradicionais (Corredor Norte ou Ferrovia Transiberiana, marítima).

  1. A rota pelo Corredor Trans-Caspiano é 2.000 km mais curta que a rota do corredor norte
  2. Todos os anos, 10 milhões de contentores são transportados da China para a Europa, 96% são transportados por via marítima e apenas os 4% restantes usam a Ferrovia Transiberiana (corredor norte)
  3. Redução de 33% no tempo (15 dias) em comparação à rota marítima tradicional
  4. Melhores condições climáticas
  5. Tipo de corredor: multimodal (ferroviário, marítimo e rodoviário)

O Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central) permite a conexão, através de outros corredores, com os mercados europeus (Ucrânia, Moldávia, Roménia, Bulgária), China, Rússia, Síria, Irão, Paquistão e Índia.

O Corredor Trans-Caspiano faz parte da Nova Rota da Seda. Este corredor compartilha muitas seções com o Corredor de Transporte Afeganistão-Turquemenistão-Azerbaijão-Geórgia-Turquia (Lápis-lazúli) e com o Corredor de Transporte Europa-Cáucaso-Ásia (TRACECA).

O transporte de petróleo e produtos petroquímicos das repúblicas da Ásia Central faz desse corredor um objetivo estratégico para muitos países, tanto na região quanto na China ou nos EUA.

Rota do Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central).

O Corredor de Transporte Trans-Caspiano parte de Istambul (com conexões marítimas para os principais portos do Mediterrâneo), passando por Ancara e Kars até a fronteira Turquia-Geórgia.

Na Geórgia, o corredor pode acessar aos portos de Pod, Kulevi e Batumi (Mar Negro, acesso à Bulgária, Roménia e Moldávia). Por rodovia, é alcançada a fronteira entre a Geórgia e o Azerbaijão, passando por Tbilisi (capital da Geórgia), compartilhando uma rota com o corredor de transporte Afeganistão-Turquemenistão-Azerbaijão-Geórgia-Turquia (Lápis-lazúli). Acesso aos portos de Ayat e Bacu

De Bacu (capital do Azerbaijão), o Mar Cáspio é atravessado para o Turkmenbashi (Turquemenistão). De Bacu, existem conexões marítimas para Aktau e Kuryk (Cazaquistão).

De Turkmenbashi (Turquemenistão), sai uma estrada que passa por Asgabate e chega à fronteira Turquemenistão-Afeganistão

Passa por via férrea e rodovia, respectivamente, pela Geórgia, pelo Azerbaijão e pelo Mar Cáspio (atravessando o corredor de trânsito Cáspio) e chega à China na rota Turcomenistão-Uzbequistão-Quirguistão ou Cazaquistão.

Comunidades económicas regionais asiáticas relacionadas ao Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central).

  1. Cooperação Económica da Ásia Central: Afeganistão, Azerbaijão, China, Cazaquistão, Quirguistão, Mongólia, Paquistão, Tajiquistão, Turquemenistão e o Uzbequistão
  2. União Económica Eurasiática: Arménia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão e a Rússia
  3. Organização Cooperação de Xangai: Cazaquistão, China, Quirguistão, Rússia, Tajiquistão e o Uzbequistão
  4. Organização para a Cooperação Económica (OCE): Afeganistão, Azerbaijão, Irão, Cazaquistão, Quirguistão, Paquistão, Tajiquistão, Turquia,Turquemenistão e Uzbequistão
  5. Comunidade dos Estados Independentes: Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão, Moldávia, Rússia, Ucrânia, Tajiquistão, Turquemenistão e Uzbequistão
  6. Conselho Túrquico: Azerbaijão, Cazaquistão, Quirguistão e Turquia
  7. Organização para Cooperação entre Ferrovias (OSJD): Azerbaijão, Albânia, Afeganistão, Bielorrússia, Bulgária, Hungria, Vietname, Geórgia, Irão, Cazaquistão, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Cuba, Quirguistão, Letónia, Lituânia, Moldávia, Mongólia, Polónia, Rússia, Roménia, Eslováquia, Tajiquistão, Turquemenistão, Uzbequistão,Ucrânia, República Checa e a Estónia
  8. Organização Regional Desenvolvimento Económico (GUAM): Azerbaijão, Geórgia, Moldávia e a Ucrânia
  9. Cooperação Económica do Mar Negro (BSEC): Albânia, Arménia, Azerbaijão, Bulgária, Geórgia, Grécia, Moldávia, Roménia, Rússia, Turquia e a Bielorrússia
  10. Parceria Oriental da UE: Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, Moldávia e a Ucrânia
  11. Relacionamentos UE-Sul do Cáucaso: Arménia, Azerbaijão e a Geórgia
  12. Política Europeia de Vizinhança: Argélia, Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Egito, Geórgia, Israel, Jordânia, Líbano, Líbia, Moldávia, Marrocos, o Território Palestino Ocupado, Síria, Tunísia e a Ucrânia
  13. Sinergia do Mar Negro: Arménia, Azerbaijão, Geórgia, Moldávia, Rússia, Turquia e a Ucrânia
  14. Turquia é membro de:
    1. Parceira Euro-Mediterrânica
    2. União Aduaneira com a UE
    3. OSCE
    4. Associação África-Turquia
    5. Turquia é um país observador na AEC

Negócios na Eurásia Central

Acordos de Livre-Comércio relacionados com os países do corredor.

  1. Cazaquistão
    1. União Aduaneira com Rússia e a Bielorrússia
    2. Acordos comerciais com Arménia, Ucrânia e a Geórgia
    3. Acordo de colaboração e cooperação com a UE
  2. Quirguistão
    1. Acordo de cooperação económica e comercial com Paquistão
    2. Acordos comerciais com a Arménia, Moldávia, Ucrânia e o Uzbequistão
  3. Tajiquistão
    1. Acordos comerciais com a Arménia, Ucrânia e com a União Económica Eurasiática
  4. Turquemenistão
    1. Acordos comerciais com a Arménia, Geórgia e com a União Económica Eurasiática
  5. Azerbaijão
    1. Acordos comerciais com a Rússia, Ucrânia e a Geórgia
    2. Acordo entre a Geórgia, Ucrânia, Azerbaijão e Moldávia
    3. Parceria Oriental da UE
  6. Geórgia
    1. AcordoGeórgia-UE
    2. Acordos de a Geórgia com a v, Turquia, Arménia, Azerbaijão, Rússia, Ucrânia, Cazaquistão, Turquemenistão, Uzbequistão
    3. Acordo entre a Geórgia, Ucrânia, Azerbaijão e Moldávia
  7. Turquia
    1. Acordo comercial Chile-Turquia
    2. Acordos comerciais com a AELC, Israel, Macedónia, Croácia, Bósnia e Herzegovina, Tunísia, Marrocos, Palestina, Síria, Egito, Jordânia, Geórgia e Albânia
  8. Sistema de Comércio Preferencial Islâmico (OCI-TPS)

Principais instituições euro-asiáticas relacionadas ao corredor.

  1. Foro para a Ásia
  2. Diálogo de Cooperação para a Ásia
  3. ESCAP
  4. Banco Asiático de Desenvolvimento
  5. Plano Colombo
  6. UNECE

Principais instituições islâmicas relacionadas ao Corredor.

  1. OCI
  2. Banco Islâmico de Desenvolvimento

As principais religiões da região do Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central) são:

  1. Islão
  2. Cristianismo Ortodoxo

O Corredor de Transporte Trans-Caspiano (Corredor Central) pertence ao:

  1. Espaço Económico da Eurásia Central
  2. Espaço Económico Ortodoxo

Iniciativa Eurasiática de transporte terrestre (Rota da Seda China-Europa)




(c) EENI Global Business School (1995-2024)
Não usamos cookies
Topo da página

EENI: O Conhecimento leva à unidade, assim como a ignorância à diversidade