Alianças com instituições educativas

EENI- Unviersidade e Escola de Negócios


Início EENI

Alianças estratégicas com instituições educativas

Uma das atividades da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais é trabalhar conjuntamente com instituições educativas de todo o mundo (Universidades, Escolas de negócios, Câmaras de Comércio, Associações Empresariais, etc.) em projetos de formação semipresencial (à distância + formação presencial) relacionados com o comércio exterior.

Atualmente a EENI (Escola de Negócios) e a Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais têm alianças educativas com instituições da Europa, da América e da África.

Formação comércio exterior

Pessoa de contacto: Susana Fernández

  1. Diretora de relações internacionais da EENI (Escola de Negócios)
  2. Diretora da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais

Fernandez

A formação em comércio internacional é cada vez mais complexa. Um Mestrado em Comércio Exterior tem que ter uma focagem global mas a sua vez regional e local.

Um estudante do Brasil que deseje estudar um Mestrado em Comércio Exterior deveria dispor de:

  1. Informação global: técnicas de comércio internacional, Marketing internacional, internacionalização, investimento direto estrangeiro (IDE), negócios na China, na Rússia, na Índia, nos países emergentes...
  2. Informação regional: aqueles blocos de integração e instituições às que o Brasil pertence (o MERCOSUL, a Comunidade Andina (associado), a Associação Latino-Americana de Integração (ALADI), a União de Nações Sul-Americanas...)
  3. Informação local: os acordos de comércio livre do Brasil como membro do MERCOSUL (a Colômbia, a Costa Rica, a Nicarágua, o Israel, El Salvador, a Guatemala, Honduras, a Índia...)

Nossa oferta formativa é adaptada a mais de 180 países (incluídos os acordos de comércio livre do cada país, as instituições económicas regionais, os blocos de integração, etc.) e disponível em várias línguas de estudo (português, espanhol, inglês, francês).

A adaptação dos Mestrados a cada país da Comunidade de Língua Portuguesa:

Angola Angola Brasil Brasil Cabo Verde Cabo Verde Guiné-Bissau Guiné-Bissau Moçambique Moçambique Portugal Portugal São Tomé e Príncipe São Tomé e Príncipe

A principal fortaleza da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais é a especialização em comércio internacional.

Especialização comércio exterior

Módulos negócios internacionais

Nossa rede de professores internacionais experientes em comércio exterior, permite-nos oferecer tutorias desde a Europa, a África, a Ásia ou a América.

Professores da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais:
Professores da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negocios Internacionais

Um estudante do Mestrado que estude «Negócios na China», terá ao dispor a uma professora chinesa. Ou se estudasse «Negócios na Argentina», teria uma professora argentina.

Espanha: somos História, Cultura, Espanhol, Tecnologia, Negócios, Democracia, Ensino

Projetos de educação à distância (e-learning) ou semipresencial (blended e-learning).

A  EENI (Escola de Negócios) e a Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais oferecem às instituições educativas a possibilidade de oferecer conjuntamente os programas formativos da EENI (Cursos, Pós-Graduação e Mestrados) com co-titulação de ambas instituições.

Os programas formativos serão oferecidos na modalidade à distância (e-learning) ou semipresencial (blended e-learning). A Instituição educativa , a EENI (Escola de Negócios) e d Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais definirão o contido final do programa formativo.

É possível desenhar programas formativos sob medida, de forma que a instituição educativa possa dar uma parte do programa tanto em formato presencial como à distância. Desta forma pode ser adaptado o conteúdo do programa formativo à realidade do cada país.

Em um Mestrado de Comércio Exterior semipresencial, a instituição local pode contribuir (em formato presencial) como o seu conhecimento sobre o seu país ao conteúdo do Mestrado: alfândegas, portos, legislação, normas, documentos, organismos do país relacionados com o comércio exterior, casos de sucesso das empresas exportadoras, as relações internacionais do país, etc. Ademais, pode programar visitas a empresas, portos, aduanas, convidar a diretores de exportação, etc.

A EENI (Escola de Negócios) e a Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais contribuem como toda a parte de e-learning (conteúdos, e-campus, tutores...)

Em um Curso de Aperfeiçoamento Exportador «Oportunidades de Negócio nos países da Comunidade Andina», a instituição local pode contribuir presencialmente com uma série de seminários sobre as relações do seu país com estes mercados, as particularidades de um acordo de comércio livre (vantagens tarifárias, certificados de origem), a logística de exportação para esse mercado, etc.

A EENI (Escola de Negócios) e a Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais contribuem com todas as suas unidades curriculares sobre «Fazendo Negócios na Comunidade Andina» além de um professor da EENI (Escola de Negócios) ou da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais na Colômbia.

Princípios da aliança.

Nossa experiência neste tipo de projetos diz-nos que para que um projeto educativo desta natureza tenha sucesso deve cumprir pelo menos duas características:

  1. Estratégia WIN-WIN para ambas partes
  2. Foque GLOCAL= Global + local. A EENI contribui o global / regional, a instituição o local

Dotora Geneviève Barro Burkina
Doutora Geneviève Barro, codiretora do Mestrado em Comércio, Global Marketing e internacionalização, Universidade Ouaga II (Burquina Faso) e a EENI (Espanha).

Mestrados inter-regionais de comércio.

da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais estão desenvolvendo Mestrados que se dão conjuntamente nos países de um bloco comercial. A quinta edição do Mestrado no Burquina se realizará simultaneamente em todos os países da UEMOA (Benim, Burquina Faso, Costa do Marfim, Guiné-Bissau, Mali, Níger, Senegal, Togo).

Funções da cada parte

A instituição educativa:

  1. Gerenciar a promoção local dos cursos e a seleção dos estudantes
  2. O gerenciamento das inscrições e a cobrança das taxas educativas
  3. O gerenciamento dos estudantes
  4. Atribuir um coordenador - Diretor do programa formativo
  5. Supervisionar a qualidade da formação
  6. A organização da parte presencial (se tivesse-a)
  7. Participação na correção de tese (Mestrados, Doutoramentos)
  8. Gerenciamento das práticas finais do Mestrado (se tivesse-as)
  9. Também pode participar nas tutorias da uma parte das matérias dadas (acordadas entre as partes)

A EENI (Escola de Negócios) e a Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais:

  1. Fornecer os conteúdos dos programas formativos em formato digital
  2. Realizar a posta em marcha da plataforma de e-learning da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais (e-campus)
  3. Realizar a tutoria da uma parte das matérias dadas (acordadas entre as partes)
  4. Apoiar aos professores da instituição educativa
  5. Supervisionar a qualidade da formação
  6. Promover o programa formativo nos seus sites e nos seus canais habituais

Susana Fernández, estudantes da África

O preço final do programa formativo se lembrará entre as partes, em função do contribuído pela cada uma delas.

A Instituição Educativa que esteja interessada em oferecer este tipo de formação deverá celebrar um convénio de colaboração com a EENI.

e-campus (Plataforma de e-learning)

A EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais têm o seu próprio e-campus que adaptar-se para o programa formativo (com o logo da Instituição educativa e da EENI). A EENI dará acesso tanto aos estudantes como aos professores da Instituição educativa para que possam participar no e-campus. Os professores de administração têm um acesso preferencial ao e-campus para poder avaliar a evolução do cada estudante.

Avaliação

Cada unidade curricular tem os seus próprios exercícios que o estudante deve descarregar desde o e-campus, resolver de forma obrigatória e enviar ao seu professor. No caso do Mestrado, estabelece-se assim mesmo, uma série de exames semestrais presenciais realizados nas instalações da Instituição educativa, cujo número dependerá da duração do Mestrado, bem como a elaboração de uma tese final (tutorizada à distância pelos professores atribuídos entre as partes). Para a avaliação se tomará em conta a nota média obtida nos exercícios, os exames presenciais e a tese (em caso do Mestrado).

Título

Os estudantes obterão dois títulos: o título da EENI (Escola de Negócios), da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais e o título da Instituição educativa.

Co-branding

O programa formativo comercializar-se em formato co-branding, isto é, com as marcas da Instituição educativa, da EENI (Escola de Negócios) e da Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais.

EENI Mestrado Burquina Faso
Cerimónia de entrega de diplomas, a cargo da sua Excelência o presidente do Conselho Económico e Social do Burquina Faso, Senhor Paramanga Ernest Yonli.

Dossiê de inscrição

Os responsáveis administrativos da Instituição educativa e da EENI definirão os documentos obrigatórios a apresentar pelos candidatos.

Partilha de Taxas

A partilha das taxas entre a Instituição educativa e a EENI será o lembrado no correspondente convénio de colaboração para o que terá em conta o que contribui a cada parte.

Confiamos na África

Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais
Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais

Por que estudar na EENI (Escola de Negócios) e na Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais?



(c) EENI- Escola de Negócios & Universidade Hispano-Africana de Negócios Internacionais (1995-2018)