Escola de Negócios EENI Business School

Diálogo Cooperação Ásia, China, Índia



Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) da EENI

Cooperação da Ásia: Barém, Bangladeche, Brunei, Butão, Camboja

  1. Introdução ao Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD)
  2. Perfil econômico dos países-membros do Diálogo de Cooperação para a Ásia
  3. Objetivos do Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD): criar o elo perdido na Ásia através de criação de uma comunidade asiática
  4. Efeitos da recessão global e do covid na Ásia
  5. Rumo a uma comunidade asiática
  6. Áreas de cooperação

Os objetivos da UC "Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD)" são os seguintes:

  1. Conhecer os objetivos e a estrutura do Diálogo de Cooperação para a Ásia
  2. Compreender a função do ACD como o "elo perdido asiático"
  3. Aprender o conceito de Comunidade Asiática

Estudantes, Comércio Exterior Mestrado Doutoramento

A UC «O Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD)» é estudada nos seguintes programas ministrados pela EENI Global Business School:

Curso: Islão e Negócios.

Mestrado em Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais

Doutoramento: Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais

Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior Estudar comércio exterior em Inglês online Asia Cooperation Dialogue Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Diálogo de Cooperación de Ásia Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Dialogue de coopération asiatique.


O Diálogo de Cooperação para a Ásia.

O Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD) inaugurou-se em Junho de 2002 em Cha-Am, Tailândia, onde dezoito Ministros de Assuntos Exteriores da Ásia se reuniram pela primeira vez. O Diálogo de Cooperação para a Ásia é um Fórum de âmbito continental, o primeiro deste tipo na Ásia.

Organizações Asiáticas

Mais concretamente, o Diálogo de Cooperação para a Ásia tem como objetivo ser o elo perdido na Ásia incorporando todos os países asiáticos e criando uma comunidade asiática sem duplicação com outras organizações existentes.

O Diálogo de Cooperação para a Ásia ajuda a integrar às organizações de cooperação como a ASEAN, a Associação de Cooperação do Sul da Ásia (SAARC) e o Conselho de Cooperação do Golfo.

Acesso preferencial / Acordos comerciais

Os membros do Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD) são o Barém, o Bangladeche, o Brunei, o Butão, o Camboja, a China, a Índia, a Indonésia, o Irão, o Japão, o Cazaquistão, a Coreia do Sul, o Kuwait, o Laos, a Malásia, a Mongólia, Mianmar, o Paquistão, as Filipinas, o Omã, o Catar, a Rússia, a Arábia Saudita, Singapura, o Sri Lanka, a Tailândia, os Emirados Árabes, o Quirguistão, o Afeganistão, a Turquia e o Vietname.

O Nepal aguarda a adesão ao Diálogo de Cooperação para a Ásia.

Antes de Setembro de 2008, os países em desenvolvimento da Ásia estavam praticamente isolados da turbulência financeira, uma vez que instrumentos financeiros sofisticados que foram afetados pela crise prevaleciam principalmente nos mercados financeiros da América e da Europa.

Na verdade, havia algum otimismo de que o consumo interno e o comércio externo das economias emergentes, como a Índia e a China, seriam suficientemente fortes para que estas e outras economias em desenvolvimento pudessem de alguma forma dissociar-se da sorte dos mercados desenvolvidos.

Exemplo - O Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD):
Diálogo de Cooperação para a Ásia (ACD): criar o elo perdido na Ásia através de criação de uma comunidade asiática




(c) EENI Global Business School (1995-2024)
Não usamos cookies
Topo da página

EENI: O Conhecimento leva à unidade, assim como a ignorância à diversidade