Escola de Negócios EENI Business School

Redes Sociais e marketing internacional



Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) - as redes sociais e a promoção internacional. A Web 2.0.

Todo o mundo fala da WEB 2.0, como de algo novo, quase revolucionário. Em certa medida é verdadeiro, já que a tendência é que a focagem no cliente é o que marca o fenómeno 2.0, o «empowerment» do cliente; isso obriga à empresa a repensar-se muitas questões do seu negócio. Dar a liderança ao cliente costuma dar medo a muitos diretores, mas o caminho já é aberto e será difícil que seja reversível.

Por outra parte, achamos que a Web 2.0 é a evolução natural da Internet. Passamos de um site estático em onde o importante foi o posicionamento em Google, a um site dinâmico, em que ademais, seremos importantes em função da nossa liderança nas redes sociais.

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

A UC «Redes Sociais e o marketing internacional» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Mestrados (MIB): Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Curso Superior: Marketing Internacional.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Curso Superior de Especialização em Marketing Internacional

Curso: Global Marketing.

Línguas: Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Redes Sociales Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais Social Networks Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Réseaux sociaux

Área de conhecimento: Marketing internacional.

Redes sociais e marketing internacional. Web 2.0:

Exemplo:
As redes sociais e o marketing internacional:
Redes Sociais

A tecnologia é cada vez mais barata e fácil, qualquer pode ter um blog ou um Wiki com uns poucos cliks, e estar em Facebook com milhares de seguidores.

A empresa tem que incluir as estratégias 2.0 na sua estratégia global; não pode ser permitido o luxo de ficar no site 1.0. No entanto, a evolução a 2.0 não é fácil nem económica. Costuma basear-se em um processo de «prova e erro», sobretudo porque ainda não há suficientes casos consolidados de sucesso.

A empresa 2.0 precisará compartilhar sua informação nas redes sociais. As empresas levam anos fazendo isto, pendurando toda esta informação nos seus sites. Uma tendência cada vez mais forte é que ademais, estes documentos estejam a alojados baixo «cloud computing» (computação em nuvem) em servidores externos.


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página