Escola de Negócios EENI Business School

Comissão Internacional de Educação à Distância


Compartilhar por Twitter

A Comissão Internacional de Educação à Distância das Nações Unidas e a EENI

A Internacional Comission on Distance Learning (Comissão Internacional de Educação à Distância) foi uma organização não lucrativa criada em Genebra (Suíça) em 1997 com o objetivo de promover e a melhorar a educação à distância (EAD Online). Desde 2003, dispõe do estatuto consultivo, categoria especial, do Conselho Económico e Social das NAÇÕES UNIDAS.

A organização controla a qualidade dos cursos daquelas instituições que os submetem voluntariamente a verificação. Destina-se a todas as instituições académicas que desenvolvem educação à distância em qualquer das suas modalidades e níveis, assim como aos estudantes que se interessam por esta nova forma de educação.

Entre os principais objetivos da organização destaca a promoção da educação nos países em vias de desenvolvimento e a busca de Bolsas de estudos para os estudantes dos países não desenvolvidos que possam demonstrar níveis da renda baixos. Cada instituição membro de ICODE ou submetida a auditoria de qualidade é obrigada a oferecer duas bolsas de estudos ao ano por cada curso auditado, dirigidas a estudantes de país em desenvolvimento.

ICODE estabelece-se desde cinco grandes centros regionais distribuídos nos cinco continentes e é representada em todas as sedes das Nações Unidas através de delegados que transladam ao Conselho Económico e Social das Nações Unidas as inquietações do setor e transmitem os programas dirigidos à melhora da educação e à redução da brecha tecnológica com os países mais desfavorecidos.

A EENI Global Business School pertence à comissão desde 2003.

Internacional Commission on Distance Education dispõe do estatuto consultivo, categoria especial, do Conselho Económico e Social das Nações Unidas.

Nações Unidas

Os Estados-membros da Comissão Económica das Nações Unidas para a África (CEA) são África do Sul, Argélia, Angola, Benim, Botsuana, Burquina Faso, Burúndi, Cabo Verde, Camarões, Comores, Costa do Marfim, Chade, Egito, Eritreia, Etiópia, Gabão, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Jibuti, Lesoto, Libéria, Líbia, Madagáscar, Maláui, Mali, Marrocos, Mauritânia, Maurícia, Moçambique, Namíbia, Níger, Nigéria, Quénia, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, República do Congo, Ruanda, São Tomé e Príncipe, Seicheles, Senegal, Serra Leoa, Somália, Sudão, Sudão do Sul, Essuatíni (Suazilândia), Tanzânia, Togo, Tunísia, Uganda, Zâmbia, Zimbábue.

Os Estados-membros da Comissão Económica para a América Latina e as Caraíbas (CEPAL) são Alemanha, Antígua e Barbuda, Argentina, Bahamas, Barbados, Belize, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Coreia do Sul, Cuba, Dominica, Equador, El Salvador, Espanha, Estados Unidos, França, Granada, Guatemala, Guiana, Haiti, Honduras, Itália, Jamaica, Japão, México, Nicarágua, Países Baixos, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Reino Unido, República Dominicana, Santa Lúcia, São Cristóvão e Neves, São Vicente e Granadinas, Suriname, Trindade e Tobago, Uruguai, Venezuela.

  1. Os países-membros associados da Comissão Económica para a América Latina (CEPAL) são Anguilla, Antilhas Holandesas, Aruba, Ilhas Virgens Britânicas, Ilhas Virgens dos Estados Unidos, Montserrat, Porto Rico, Ilhas Turcas e Caicos.

Os países-membros da Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa são Albânia, Alemanha, Andorra, Arménia, Áustria, Azerbaijão, Bielorrússia, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Canadá, Cazaquistão, Croácia, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Estados Unidos, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Israel, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macedónia, Moldávia, Malta, Mónaco, Montenegro, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, Quirguistão, Reino Unido, República Checa, Roménia, Rússia, São Marino, Sérvia, Suécia, Suíça, Tajiquistão, Turquia, Turquemenistão, Ucrânia, Uzbequistão.

Os Estados-membros da Comissão Económica e Social para a Ásia e o Pacífico (CESPAO) são Afeganistão, Arménia, Austrália, Azerbaijão, Bangladeche, Butão, Brunei Darussalã, Camboja, Cazaquistão, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Estados Unidos, Fiji, Filipinas, França, Geórgia, Índia, Indonésia, Ilhas Marshall, Ilhas Salomão, Irão, Japão, Kiribati, Laos, Malásia, Maldivas, Micronésia, Mongólia, Mianmar, Nauru, Nepal, Países Baixos, Nova Zelândia, Paquistão, Palau, Papua-Nova Guiné, Quirguistão, Rússia, Samoa, Singapura, Sri Lanka, Tajiquistão, Tailândia, Timor-Leste, Tonga, Turquia, Turquemenistão, Tuvalu, Reino Unido, Uzbequistão, Vanuatu, Vietname.

  1. Os países-membros associados à CESPAO: Samoa Americana, Ilhas Cook, Polinésia Francesa, Guam, Hong Kong, Macau, Nova Caledónia, Niuê, Ilhas Marianas do norte.

Os Estados-membros da Comissão Económica e Social para a Ásia Ocidental (CESPAO) são Arábia Saudita, Barém, Egito, Emirados Árabes Unidos, Iémen, Iraque, Jordânia, Kuwait, Líbano, Líbia, Marrocos, Omã, Palestina, Catar, Síria, Sudão, Tunísia.

Web site ICODE.

Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Comercio Exterior Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais International Business Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Commerce International.


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página