Posicionamento em buscadores

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da subunidade curricular - Posicionamento em buscadores.

  1. Introdução posicionamento em buscadores
  2. Conceitos básicos: palavras, rótulos "Title" e "Description", links da entrada e de saída, proximidade
  3. Posicionamento em Google. O algoritmo PageRank. Cálculo. Análise de links. Penalização
  4. Posicionamento em Yahoo e MSN
  5. Diálogo com Google, Yahoo e MSN: os sitemaps
  6. Os idiomas e posicionamento. Subdomínios
  7. Técnicas de localização de websites. Sites multilíngues
A subunidade curricular "Posicionamento em buscadores" estuda-se:
  1. Mestrado em Comércio Exterior à distancia
  2. Curso do Marketing Internacional Avançado

Idioma de estudo: Es Comercio Exterior En International Business Fr EENI

Descrição da subunidade curricular - Posicionamento em buscadores:

Objetivos da unidade Posicionamento em buscadores:

  1. Conhecer o algoritmo PageRank do Google, Yahoo e MSN. Técnicas para melhorar o PR
  2. Aprender a criar um "feedback" com estes buscadores através dos sitemaps
  3. Saber desenvolver sites multilíngues

O Google é, sem dúvida, o buscador (ou "search engine") mais utilizado no momento. Seu uso cresce exponencialmente e tem conseguido desprezar os sites de busca tradicionais (quem usa hoje em dia o Hotbot ou o Altavista?). Portanto, obter um bom posicionamento no Google será de vital importância para gerar tráfego até nosso site. Por isso, quando um usuário escreve palavras relacionadas com nossa empresa no Google, deveríamos sair entre os dez primeiros. Logo, alcançar o topo do ranking no Google será nosso objetivo. Neste curso, vamos ver as principais técnicas para consegui-lo.

O algoritmo do Google se chama PageRank (TM) e consiste na criação de um sistema de classificação de páginas da web em função de:
a) O número de páginas relacionadas com o que busca o usuário que "linkam" ou enlaçam com a nossa. Cada página que nos enlaça está nos dando 1 voto do ponto de vista do Google.
b) O conteúdo da nossa página. Para avaliá-lo olha a densidade de palavras-chave, título da página e a compara com a buscada pelo usuário.
O PageRank (PR) é: "a probabilidade de que um navegador acabe em uma determinada página da Web partindo de uma página da entrada".

Além disso, será analisada a influência da estrutura interna de nosso site, os links de outras páginas, os sites aos quais linkamos sobre o PageRank de cada página quando otimizamos as páginas para os sites de busca (SEO, Search Engine Optimization).

Google cada vez mais impõe critérios mais restritivos na indexação, para evitar sobre tudo o spam. Por isso, é imprescindível ter uma ferramenta de retroalimentação com Google, isso o faremos com os sitemaps, que permitem-nos por uma parte informar a Google das páginas de nosso site, e também nos permitirá conhecer os erros que Google vai detectando no processo de indexação. Este diálogo é imprescindível para obter um bom posicionamento.

A tendência atual é a localizar cada vez mais os sites, sobretudo traduzindo a novos idiomas, em particular aos idiomas emergentes. Para isso, é necessário por uma parte, planejar cuidadosamente uma estratégia de sites multilíngues; além de saber como preparar as páginas, sobretudo para idiomas não ocidentais, para que possam ser "entendidas" pelos procuradores.

Exemplo da unidade Posicionamento em buscadores:
Posicionamento no Google

Posicionamento Google


EENI Escola de Negócios