Alargamento da União Europeia

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular: Alargamento da União Europeia - Albânia Montenegro Sérvia-.

  1. A Política de alargamento da União Europeia (UE)
  2. O papel do Serviço Europeu para a Ação Externa (SEAE) (Política externa da UE)
  3. As condições para o alargamento
  4. Os benefícios do alargamento
  5. O processo de adesão à UE
  6. A estratégia da UE para a adesão de novos países: a Albânia, a Bósnia e Herzegovina, o Montenegro, a Sérvia, o Kosovo, a Turquia e a Macedónia
  7. A adesão da Croácia à União Europeia (UE)
  8. A Iniciativa Adriático-Jónica

Os objetivos da unidade curricular «O Alargamento da União Europeia» são os seguintes:

  1. Conhecer o processo de alargamento da União Europeia
  2. Analisar as estratégias da União Europeia para a adesão da Albânia, da Bósnia e Herzegovina, do Montenegro, da Sérvia, do Kosovo, da Turquia e da Macedónia
A unidade curricular «Alargamento da União Europeia» estuda-se:
  1. Doutoramento: Europa
  2. Mestrados profissionais: Negócios Internacionais (à distância), União Europeia
  3. Curso: países CEFTA, Relações Internacionais da UE

Créditos da unidade curricular «O alargamento da União Europeia»: 0,5 ECTS

Língua de estudo: Português + Inglês EU Enlargement Espanhol UE Francês UE.

Descrição da unidade curricular - alargamento da União Europeia.

A União Europeia apostou pelo ingresso de novos países-membros desde os seus inícios.

A União Europeia (UE), com vinte e oito países-membros (BREXIT) e uma população de 500 milhões de pessoas, é uma região mais segura, próspera, forte e influente que a original Comunidade Económica Europeia.

As cinco ampliações da União Europeia (UE):

  1. Em 1973, a Dinamarca, a Irlanda e o Reino Unido (BREXIT) uniram-se à União Europeia (UE)
  2. Em 1981, a Grécia tornou-se em Estado membro
  3. Em 1986, a Espanha e Portugal converteram-se em membros
  4. Em 1995, a Áustria, a Finlândia e a Suécia uniram-se à União Europeia (UE)
  5. Em 2004, a República Checa, a Estónia, o Chipre, a Letónia, a Lituânia, a Hungria, Malta, a Polónia, a Eslováquia e a Eslovénia uniram-se. Foi um alargamento histórico que significou a reunificação da Europa depois de décadas de divisão
  6. O 1 de janeiro 2007, a Roménia e a Bulgária também uniram-se, completando este processo histórico

Os governos dos países-membros da União Europeia (UE), reunidos no Conselho Europeu, acordaram ampliar a perspetiva da União Europeia aos países do sudeste da Europa, a Antiga República Jugoslávia da Macedónia, a Albânia, a Bósnia e Herzegovina, o Montenegro, a Sérvia, o Kosovo (baixo a Resolução 1244 do Conselho de Seguridade das Nações Unidas) e a Turquia.

Qualquer país Europeu que respeite os princípios de liberdade, democracia, respeito dos direitos humanos e as liberdades essenciais e o respeito da lei podem solicitar o ingresso como pleno membro da União Europeia (UE).

Política Europeia de Vizinhança

Exemplo da unidade curricular - Alargamento da União Europeia (UE):
Alargamento da União Europeia



Universidade U-EENIPaz, Não Terrorismo