Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral

EENI - Escola de Negócios.

Conteúdo programático da unidade curricular - A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC).

  1. Introdução a Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC)
  2. Principais instituições da SADC
  3. História da SADC
  4. Tratado da SADC (1992)
  5. Perfil económico da região da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral
  6. Planos estratégicos (SADC)
  7. Desenvolvimento económico
  8. Comércio exterior na região da SADC
    1. Liberalização do comércio exterior
    2. Aduanas e facilitação do comércio
    3. Política da concorrência
    4. Barreiras não tarifárias
    5. Comércio de serviços
  9. Programa de Desenvolvimento Comercial da SADC
  10. Plano Indicativo Regional de Desenvolvimento Estratégico
  11. Direção de comércio exterior, a indústria, as finanças e os investimentos
  12. Processo de integração na Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral
    1. Área de livre comércio (2008)
    2. União Aduaneira (2010)
    3. Mercado Comum (2015)
    4. União Monetária (2016)
    5. Moeda Única (2018)
  13. Programa de Apoio à Integração Económica Regional (*)
  14. Infraestruturas e serviços na região da SADC (*)
  15. Transporte na região da África Austral
    1. Corredor Norte-Sul
    2. Corredor Norte
    3. Corredor de Desenvolvimento de Nacala
    4. Corredor Lobito
    5. Cairo-Gaborone
  16. Setor marítimo, portos e vias navegáveis
  17. TIC e telecomunicações
  18. Turismo
  19. Alimentação, agricultura e recursos naturais
  20. Eixo comercial do Sul da África
  21. Tratados de livre comércio:
    1. Acordo de Associação Económica SADC-União Europeia (UE).
    2. Acordo com a Associação Europeia de Livre Comércio (AELC).
    3. Acordo Preferencial de comércio com o MERCOSUL
    4. Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC
    5. União Aduaneira da África Austral (SACU)

(*) Só estão disponíveis em inglês.

Os objetivos da unidade curricular "Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) " são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos e as instituições filiadas da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC)
  2. Avaliar os benefícios para os países membros da SADC e as áreas de cooperação
  3. Analisar o processo de integração económica: a zona de livre comércio, a União Aduaneira, o Mercado Comum, a União Económica e Monetária e a moeda única da SADC
  4. Analisar o comércio intra-SADC
  5. Conhecer o Plano Indicativo Regional de Desenvolvimento Estratégico da SADC
  6. Conhecer os tratados de livre comércio (TLC) da SADC
A unidade curricular "Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) " estuda-se:
  1. Doutoramento DIB Negócios na África
  2. Mestrados: Negócios na África Subsariana, Mercados Fronteiriços, Relações Económicas Mundiais, Negócios Internacionais (MIB), Países BRICS (África do Sul)
  3. Cursos: Negócios na África Austral, África Central, África Oriental

Idioma de estudo: Pt ou En Southern African Development Community Fr SADC Es SADC.

  1. Créditos da unidade curricular "Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral": 1,1 ECTS
  2. Duração estimada: 1 semana

Exemplo da unidade curricular - SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral):
Comunidade Desenvolvimento África Austral

Confiamos na África

Descrição da unidade curricular - Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC):

A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) foi criada em 1980, é um agrupamento de quinze estados membros com uma visão comum que consiste em assegurar o bem-estar económico, a melhoria dos padrões e da qualidade de vida, a liberdade, a justiça social, a paz e a segurança da população da África Austral.

85% do comércio intrarregional entre os países parceiros da SADC desfrutam de tarifa zero.

A sede da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral é em Gaborone, Botsuana.

Os países membros da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) são: a África do Sul, Angola, Botsuana, Lesoto, Madagáscar, Maláui, Maurícia, Moçambique, Namíbia, República Democrática do Congo, as Seicheles, Suazilândia, TanzâniaZâmbia e Zimbábue.

O objetivo da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) é alcançar o desenvolvimento e o crescimento económico da região através da integração regional.

Processo de integração na Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC):

  1. Área de livre comércio: criação de uma área de livre comércio em 2008. Doze dos quinze estados membros da SADC são parte da área de livre comércio, enquanto Angola, a República Democrática do Congo e as Seicheles não pertencem a ela
  2. União Aduaneira. Estabelecimento da União Aduaneira com impostos externos comuns para a área de livre comércio o 2010
  3. Mercado Comum. Conseguir um mercado comum ao acordar políticas comuns em matéria de regulação de produção para o ano 2015
  4. União Monetária. Conseguir a União Monetária através da convergência macroeconómica em 2016
  5. Moeda Única. Aceitação de uma Moeda Única e converter em uma União Económica em 2018

A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) tem o objetivo de criar um mercado comum, a médio prazo, seguindo o modelo básico da União Europeia (UE). Tem também o propósito de promover esforços para estabelecer a paz e a segurança na conturbada região meridional africana.

A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) pertence à civilização africana:

  1. Espaço económico da África Central
  2. Espaço económico da África Austral
  3. Espaço económico da África Oriental

União Aduaneira da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC):
União Aduaneira da SADC

O Protocolo da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) sobre o comércio exterior exige aos estados membros a pôr em prática medidas encaminhadas a eliminar todas as barreiras não tarifárias existentes e se abster de acrescentar outras novas.

A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral reúne uma população de 277 milhões de pessoas e produz um produto interno bruto 575 bilhões de dólares, exportando 52,4 bilhões de dólares de sua produção e importando 50,8 bilhões de dólares em produtos do exterior.

  1. O crescimento económico médio: 6,8% (excluído Zimbábue).
  2. Angola, Maláui, Moçambique e Tanzânia registam altas taxas de crescimento de 7%.
  3. A África do Sul representa mais do 62 % do investimento direto estrangeiro (IDE) na região, seguida de Angola com uma média do 14 %.

A Direção Geral do Comércio Exterior, indústria, finanças e o investimento compreendem os seguintes programas:
- Cooperação Aduaneira
- Investimento e financiamento do desenvolvimento
- Convergência macroeconómica
- Políticas macroeconómicas e o programa de Convergência
- Tarifa de coordenação
- Mineração
- Competitividade produtiva
- Políticas regionais e multilaterais de comércio
- Normalização, garantia da qualidade, acreditação e metrologia.

A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) está sendo atualmente objeto de um processo de reestruturação, cujo propósito principal é aumentar a eficácia e a eficiência das suas políticas e programas, através de uma estratégia mais coerente e melhor coordenada. O Plano Indicativo Estratégico de Desenvolvimento Regional foi adotado para reger o processo de aprofundamento da integração e a cooperação regionais.

Tripartido barreiras não-tarifárias

SADC União Europeia
SADC União Europeia

Web site Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral.


EENI Escola de Negócios