Escola Negócios EENI Business School Universidade
Conselho de Cooperação Regional

Conteúdo programático da unidade curricular: o Conselho de Cooperação Regional (RCC) - Sudeste da Europa (Curso EaD)

  1. Introdução ao Conselho de Cooperação Regional (CCR)
  2. As funções e a organização do Conselho
  3. O desenvolvimento económico e social
  4. O Observatório de transporte do sudeste da Europa
  5. O antigo Pacto de Estabilidade para a Europa sul oriental
  6. O processo de Cooperação do sudeste da Europa

Os objetivos da unidade curricular «O Conselho de Cooperação Regional» são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos e as funções do Conselho de Cooperação Regional
  2. Avaliar as áreas e os processos de cooperação (transporte, desenvolvimento económico e social...) no sudeste da Europa

Cursos Mestrados Doutoramentos Escola Negócios EENI

A unidade curricular «O Conselho de Cooperação Regional» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Europeus, Comércio Mundial
  2. Mestrados: Negócios na Europa, Negócios Internacionais, Comércio Exterior
  3. Cursos: Negócios nos Países CEFTA, países AELC, Relações Internacionais da UE, Negócios na Europa Oriental

Estudante Mestrado / Doutoramento em Negócios Internacionais

Línguas de estudo: Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês Regional Cooperation Council Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Consejo Cooperación Regional Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Conseil de coopération régionale

Exemplo da unidade curricular - O Conselho de Cooperação Regional:

Curso Mestrado: Conselho de Cooperação Regional





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular - O Conselho de Cooperação Regional:

O Conselho de Cooperação Regional foi lançado oficialmente na reunião de Ministros de comércio exterior e de relações internacionais do Processo de Cooperação da Europa do Sul oriental em Sofia, em fevereiro de 2008, como o sucessor do Pacto de Estabilidade para a Europa Sul Oriental.

O Conselho de Cooperação Regional promove a cooperação mutua, o comércio exterior e a integração Europeia e euro-atlântica do sul da Europa com o fim de inspirar o desenvolvimento da região para o benefício das pessoas.

O Conselho de Cooperação Regional reconhece que o fortalecimento da economia de mercado e dos sistemas sociais adequados representam uma pedra angular do desenvolvimento e do bem-estar na Europa Sul Oriental. O Conselho de Cooperação Regional apoia o Acordo Centro Europeu de Livre-comércio 2006.

Corredor de Transporte Atlântico (Portugal-Espanha-França-Alemanha)

Os membros do Conselho de Cooperação Regional: quarenta e seis países, organizações e instituições financeiras internacionais.

Albânia, Áustria, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Canadá, Conselho da Europa, Conselho do Banco Europeu de desenvolvimento, Croácia, República Checa, Dinamarca, Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento, Banco Europeu de Investimento, União Europeia, República Federal de Alemanha, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Organização Internacional para as Migrações, Irlanda, Itália, Letónia, Moldávia, Montenegro, Organização do Atlântico norte, Noruega, Organização para a Cooperação e o desenvolvimento, Organização para a Seguridade e a cooperação na Europa, Polónia, Roménia, Sérvia, Eslováquia, Eslovénia, Iniciativa de Cooperação sul este da Europa, Espanha, Suécia, Suíça, ex República Jugoslávia de Macedónia, Turquia, Reino Unido, Nações Unidas, Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa, Programa para o desenvolvimento das Nações Unidas, Kosovo, Estados Unidos da América, Banco Mundial.

Corredor Báltico-Adriático (Polónia, Eslováquia, Áustria, Itália)

Os membros do Processo de Cooperação do Sul Este da Europa: a Albânia, a Bósnia e Herzegovina, a Bulgária, a Grécia, a República da Macedónia, a Roménia, a Sérvia, a Turquia, a Croácia, a Moldávia, o Montenegro e a Eslovénia.

A Rede Principal de Corredores de Transporte Europeus

  1. Corredor de Transporte Atlântico (Portugal-Espanha-França-Alemanha)
  2. Corredor de Transporte Báltico-Adriático
  3. Corredor de Transporte Mar do Norte-Báltico
  4. Corredor de Transporte Mar do Norte-Mediterrâneo
  5. Corredor Pan-europeu II
  6. Corredor Pan-europeu IX

Corredor de Transporte Mar do Norte-Báltico (Finlândia, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, Alemanha, Países Baixos, Bélgica)

Corredor de Transporte Mar do Norte-Mediterrâneo (Irlanda, Reino Unido, Países Baixos, Bélgica, Luxemburgo, França)



(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2020)
Ensino superior para todos a preços acessíveis
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página