Escola Negócios EENI Business School
Organização Mundial das Alfândegas



Conteúdo programático da unidade curricular - Organização Mundial das Alfândegas (OMA). Sistema Harmonizado

  1. Introdução à Organização Mundial das Alfândegas (OMA) das Nações Unidas (NU)
  2. Sistema Harmonizado de Designação e de Codificação de mercadorias da OMA
  3. Valoração Aduaneira
  4. Regras de origem
    1. Acordo sobre Regras de Origem da Organização Mundial do Comércio (OMC)
  5. Conformidade e controle alfandegário
  6. Controle e combate à fraude
  7. Facilitação do comércio exterior e procedimentos alfandegários
    1. Acordo de Facilitação do Comércio (AFC)
    2. Programa MERCATOR
  8. Paquete SAFE
  9. Convenciones:
    1. Convenção de Quioto Revisada
    2. Sistema A.T.A
    3. Convenção Aduaneira relativa aos Contentores (CCC)
    4. Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul)
  10. A Organização Mundial das Alfândegas (OMA) e a Oficina Internacional de Contentores e Transporte Intermodal

Os objetivos da unidade curricular «Organização Mundial das Alfândegas» são os seguintes:

  1. Conhecer os objetivos da Organização Mundial das Alfândegas (WCO)
  2. Compreender o Sistema Harmonizado
  3. Compreender os principais conceitos relacionados com a alfândega: barreiras não tarifárias, valoração alfandegária, valor da transação, inspeção prévia, regras de origem e licenças de importação
  4. Analisar os programas de facilitação do comércio e os procedimentos alfandegários
A unidade curricular “Organização Mundial das Alfândegas (OMA)estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Cursos: Técnicas de exportação, Assistente de Comércio Exterior
  2. Cursos de Logística: Introdução ao transporte, transporte marítimo, multimodal, rodoviário, ferroviário, Transporte em África
  3. Cursos Superiores: Comércio Exterior, Transporte Internacional
  4. Mestrados: Negócios Internacionais, Comércio Exterior e Marketing, Transporte Internacional, Transporte em África, Back Office Exportação
  5. Doutoramentos (Doutorados): Comércio Mundial, Logística Global

Estudante Mestrado em comércio exterior online

Línguas de estudo: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramentos) em Português Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês World Customs Organisation (WCO) Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Organización Mundial de Aduanas (OMA) Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Organisation mondiale des douanes

Área de conhecimento: comércio exterior.

Curso recomendado para os estudantes de Angola estudar Mestrado Doutoramento em Negócios, Comércio Exterior Angola, Brasil (estudar mestrado, doutorado, Negócios, Comércio Exterior) Brasil, Cabo Verde estudar Doutoramento Mestrado Negócios Cabo Verde, Guiné-Bissau, estudar Mestrado, Doutoramento, Negócios, Comércio Exterior Guiné-Bissau, Estudar Moçambique (Mestrados, negócios, Comércio Exterior) Moçambique, Portugal, estudar, Doutoramento, Mestrado, Negócios, Comércio Exterior Portugal e São Tomé e Príncipe, estudar mestrado negócios São Tomé e Príncipe.

Exemplo da unidade curricular: Organização Mundial das Alfândegas (OMA)
Organização Mundial das Alfândegas (OMA) Sistema Harmonizado. Convenção de Quioto





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular - Organização Mundial das Alfândegas

A Organização Mundial das Alfândegas (OMA) é o único órgão intergovernamental que atua totalmente nas alfândegas e no comércio exterior (importação e exportação).

Os 177 membros da Organização Mundial das Alfândegas representam 98% do comércio mundial.

A Organização Mundial das Alfândegas (OMA) mantém o Sistema Harmonizado de Descrição e Codificação de Mercadorias e administra os aspectos técnicos dos Acordos da Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre Avaliação Aduaneira e Regras de Origem.

A Organização Mundial das Alfândegas atua nas seguintes áreas:

  1. Desenvolvimento de padrões de comércio exterior
  2. Simplificação e harmonização dos procedimentos aduaneiros (importação e exportação)
  3. Segurança da cadeia de suprimentos de comércio exterior
  4. Facilitação do comércio exterior
  5. Atividades de melhoria e adaptação aduaneira, iniciativas de combate à contrafação e pirataria

Convenção de Quioto Revisada.Simplificação e Harmonização dos procedimientos aduaneiros. Organização Mundial das Alfândegas (OMA)

A Organização Mundial das Alfândegas (WCO) desenvolveu o Sistema Harmonizado de Descrição e Codificação de Mercadorias (Sistema Harmonizado - “HS”), uma nomenclatura internacional de produtos. 98% do comércio internacional de mercadorias usa o Sistema Harmonizado.

Convenção relativa à Admissão Temporária (Istambul)

Medidas não-tarifárias

  1. Medidas sanitárias
    1. Acordo de Aplicação de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias (MSF)
  2. Inspeção Pré-Embarque
    1. Acordo de Inspeção Pré-embarque (PSI)
  3. Barreiras técnicas ao comércio
    1. Acordo de Barreiras Técnicas ao Comércio (OTC)
  4. Medidas anti-dumping e salvaguardas
    1. Acordo de Salvaguardas (SG)
  5. Licenças de importação

O Código BIC (códigos de identificação de proprietários de contêineres internacionais) é aceito pela Organização Mundial das Alfândegas (WCO):

Contentores e Transporte Internacional, Código BIC, identificação, número, placa de dados combinada

Países-membros da Organização Mundial das Alfândegas (OMA): África do Sul, Albânia, Alemanha, Antilhas Holandesas, Andorra, Angola, Antígua e Barbuda, Arábia Saudita, Argélia, Argentina, Arménia, Austrália, Áustria, Azerbaijão, Bahamas, Barém, Bangladeche, Barbados, Bélgica, Belize, Benim, Bolívia, Botsuana, Brasil, Brunei, Bulgária, Burquina Faso, Burúndi, Cabo Verde, Camarões, Camboja, Canadá, Catar, Chade, Chile, China, Chipre, Singapura, Colômbia, Coreia do Sul, Costa Rica, Costa do Marfim, Croácia, Cuba, Dinamarca, Jibuti, Equador, Egito, El Salvador, Emirados Árabes Unidos, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estados Unidos, Estónia, Fiji, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gâmbia, Gana, Geórgia, Grécia, Guatemala, Guiné-Bissau, Guiné, Guiana, Haiti, Honduras, Hong Kong (China), Hungria, Índia, Indonésia, Irlanda, Islândia, Ilhas Salomão, Israel, Itália, Jamaica, Japão, Jordânia, Kuwait, Lesoto, Letónia, Lituânia,Luxemburgo, Macau (China), Macedónia, Madagáscar, Malásia, Maláui, Maldivas, Mali, Malta, Marrocos, Maurícia, Mauritânia, México, Moldávia, Mongólia, Moçambique, Mianmar, Namíbia, Nepal, Nicarágua, Níger, Nigéria, Noruega, Nova Zelândia, Omã, Países Baixos, Paquistão, Panamá, Papua-Nova Guiné, Paraguai, Peru, Polónia, Portugal, Quénia, Quirguistão, Reino Unido, República Centro-Africana, República do Congo, República Democrática do Congo, República Checa, República Dominicana, Roménia, Ruanda, Santa Lúcia, Senegal, Serra Leoa, Sri Lanka, Suécia, Suíça, Suriname, Essuatíni (Suazilândia), Tailândia, Tanzânia, Togo, Trindade e Tobago, Tunísia, Turquia, Uganda, União Europeia, Uruguai, Venezuela, Vietname, Zâmbia, Zimbábue.

Países não membros da Organização Mundial das Alfândegas: São Cristóvão e Neves, São Vicente e Granadinas, Granada, Dominica, Guiné Equatorial, Somália, Coreia do Norte, Liechtenstein, Mônaco, San Marino, Cidade do Vaticano, Palau, Ilhas Salomão, Micronésia, Kiribati, Ilhas Marshall, Tuvalu, Nauru, Ilhas Cook, Niue, Autoridade Palestina, Taiwan, República Sahrawi, Kosovo.

Convenção Aduaneira relativa aos Contentores (CCC) Requisitos de marcação. Facilidades de Admissão Temporária

Convenção Internacional sobre a Harmonização dos Controlos das Mercadorias nas Fronteiras. Comissão Econômica para a Europa



(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2021)
Devido à pandemia COVID, a EENI implementou o teletrabalho. Favor entrar em contato somente por e-mail, WhatsApp ou pelo formulário de solicitação de informações.
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página