Organização dos Estados Americanos

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - A Organização dos Estados Americanos (OEA)

  1. Introdução à Organização dos Estados Americanos (OEA)
  2. A história da Organização dos Estados Americanos
  3. A estrutura e Estados-membros
  4. Os propósitos e os princípios da Organização dos Estados Americanos
  5. A Cúpula das Américas
  6. A estratégia da Organização dos Estados Americanos
  7. Os mecanismos de acompanhamento
  8. A Organização dos Estados Americanos e a crise financeira global
  9. A Declaração de Compromisso de Porto Espanha
  10. O Sistema de informação do comércio exterior
  11. Os acordos comerciais na América
  12. A área de livre comércio das Américas (ALCA)
  13. A Convenção Interamericana contra a corrupção
  14. A Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (CELAC)

Os objetivos da unidade curricular «A Organização dos Estados Americanos (OEA)» são os seguintes:

  1. Compreender os objetivos da Organização dos Estados Americanos (OEA)
  2. Conhecer a importância das Cimeiras das Américas
  3. Compreender as causas do fracasso da zona de livre comércio das Américas (ALCA)
  4. Analisar os acordos comerciais na América
  5. Saber utilizar o Sistema de informação sobre Comércio Exterior (SICE) da OEA
A unidade curricular «A Organização dos Estados Americanos (OEA)» estuda-se:
  1. Mestrados profissionais educação à distância: Negócios Internacionais, América
  2. Doutoramento Negócios na América (EaD)

Idioma de estudo: Português ou Espanhol Estados americanos Inglês Organization American States Francês OEA.

Créditos da unidade curricular «A Organização dos Estados Americanos»: 0,5 ECTS

Exemplo da unidade curricular - A Organização dos Estados Americanos (OEA)
Organização dos Estados Americanos (OEA)

Descrição da unidade curricular - A Organização dos Estados Americanos (OEA):

A Organização dos Estados Americanos (OEA) é a mais antiga organização regional do mundo. A Organização dos Estados Americanos tem trinta e cinco Estados-membros. Além disso, a Organização dos Estados Americanos concedeu o status de observador permanente a 62 Estados e à União Europeia (UE).

A Organização dos Estados Americanos é o principal fórum político da região, o lugar em que os países da América do Norte, da América Central, das Caraíbas e da América do Sul reúnem-se para superar as suas diferenças e para promover as suas metas comuns. Numa era de globalização e do comércio exterior, é mais importante que nunca que os países reúnam-se constantemente.

Convenção Interamericana contra a corrupção

Os Estados-membros da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Os trinta e cinco países independentes das Américas ratificaram a Carta da Organização dos Estados Americanos e pertencem à OEA: Antígua e Barbuda, a Dominica, o Panamá, a Argentina, a República Dominicana, o Paraguai, as Bahamas, o Equador, o Peru, Barbados, El Salvador, São Cristóvão e Nevis, Belize, Granada, Santa Lúcia, a Bolívia, a Guatemala, São Vicente e Granadinas, o Brasil, a Guiana, o Suriname, o Canadá, o Haiti, Trindade e Tobago, o Chile, Honduras, os Estados Unidos da América, a Colômbia, a Jamaica, o Uruguai, a Costa Rica, o México, Venezuela, Cuba e a Nicarágua.

As organizações sub-regionais:

  1. A Associação dos Estados do Caribe
  2. A Associação Latino-Americana de Integração
  3. A Comunidade Andina
  4. A Comunidade das Caraíbas
  5. O MERCOSUL
  6. A Organização do tratado de Cooperação Amazónica
  7. A Organização dos Estados do Caribe Oriental
  8. Parlamento latino-americano
  9. O Sistema de Integração Centro-Americana
  10. O Sistema Económico Latino-Americano e das Caraíbas.

Universidade U-EENI