Escola Negócios EENI Business School Universidade
Corredor Económico Nanning-Singapura

Conteúdo programático da unidade curricular: Corredor Económico Nanning (China)-Singapura. Curso de Transporte

  1. Introdução ao Corredor Económico Nanning-Singapura
  2. Países da área de influência do corredor: China, Camboja, Laos, Malásia, Singapura, Tailândia e Vietname
  3. Principais características do Corredor Económico Nanning-Singapura
  4. O Corredor Económico Nanning-Singapura como parte da Nova Rota da Seda.
  5. As cooperação entre a ASEAN e China: "um eixo, duas asas"
    1. Área de Livre-Comércio ASEAN-China (ACFTA)
    2. Sub-região do Grande Mekong
    3. Zona Económica do Pan-Golfo de Beibu
    4. Corredor Económico Leste-Oeste (Mianmar-Tailândia-Laos-Vietname)

Cursos Mestrados Doutoramentos Escola Negócios EENI

A unidade curricular «O Corredor Económico Nanning-Singapura» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Cursos de Transporte: Rodovia, ferroviário, aéreo, multimodal
  2. Cursos: Negócios na China, Sudeste Asiático
  3. Curso Superior: Transporte Internacional
  4. Mestrados: Transporte Internacional, Negócios na Ásia, Países Muçulmanos, Negócios Internacionais, Relações Económicas Internacionais
  5. Doutoramentos (Doutorados): Logística Global, Negócios Asiáticos, Comércio Mundial

Estudante Mestrado e Doutoramento Online em negócios internacionais

Idiomas da unidade curricular: Mestrados e Doutoramentos Negócios em Inglés Nanning-Singapore Economic Corridor. Resumo em Cursos e Mestrados à distância em Portugués Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Corredor Económico Nanning-Singapur Mestrado Comércio Exterior em Francés Corridor Nanning-Singapoure.

Exemplo da unidade curricular: o Corredor Económico Nanning-Singapura
Curso: Corredor Económico Nanning-Singapura





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular - O Corredor Económico Nanning-Singapura.

Desde 2006, o governo chinês procura desenvolver um corredor económico que una Nanning (Capital da província de Guanxi) com Singapura.

O Corredor Económico Nanning-Singapura junto com a Área de Livre-Comércio China-ASEAN poderia se tornar nos pilares da cooperação China-ASEAN sob uma estratégia chamada "um eixo, duas asas (One Axis, Two Wings)" cujo objetivo é alcançar a integração económica entre a China e a ASEAN.

Também é conhecido como Corredor Económico Península da Indochina-China (CICPEC)

Sete dos onze países da área de Livre-Comércio China-ASEAN estão localizados no Corredor Económico Nanning-Singapura: China,  Camboja, Laos, Malásia, Singapura, Tailândia e Vietname.

Indonésia, Filipinas, Brunei e Myanmar no estão localizados diretamente na área de influência do Corredor Económico Nanning-Singapura, mas podem obter vantagens importantes.

O Corredor Económico Nanning-Singapura está incluído na Nova Rota da Seda.

Rota da Seda China-Europa rodovia (Curso, Mestrado)

A estratégia China-ASEAN incluí também:

  1. Zona Económica do Pan-Golfo de Beibu
  2. Sub-região do Grande Mekong (GMS)

Zona Económica do Pan-Golfo de Beibu (China, ASEAN)

Principais características do Corredor Económico Nanning-Singapura

  1. Principais cidades conectadas pelo Corredor Económico Nanning-Singapura: Nanning (China), Hanói, Vientiane (Vietname), Pnom Pene (Camboja), Banguecoque (Tailândia), Kuala Lumpur (Malásia) e Singapura
  2. Acesso a Guangzhou - Shenzhen, Grande Delta do Rio das Pérolas, Hong Kong  e Macau
  3. Distância estimada: 5.000 quilómetros
  4. Tempo estimado Nanning-Singapura quando este finalizado o corredor: 2 dias
  5. Principais tipos de transporte: terrestre (rodovias), aéreo, Caminho de Ferro, vias fluviais e multimodal
  6. Acesso ao:
    1. Corredor Económico Bangladeche-China-Índia-Mianmar
    2. Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte)
    3. Corredor Económico China-Mongólia-Rússia

Corredor Económico Leste-Oeste (Mianmar-Tailândia-Laos-Vietname)

Rede de Caminhos de Ferro relacionadas ao Corredor Económico Nanning-Singapura

  1. O Caminho de Ferro de Nanning está enlaçado com o Caminho de Ferro Norte-Sul do Vietname
  2. Desde o Sul do Vietname  ligações ferroviários para Camboja, Tailândia, Malásia e eventualmente para Singapura

Rodovia Nanning-Singapura

  1. Um dos objetivos finais é construir uma rodovia Nanning-Singapura
  2. Rodovia Nanning - Youyiguan (cidade china fronteira com o Vietname)
  3. Rodovia 1 do Vietname (atravessa de norte a Sul). Esta rodovia liga com outras rodovias do Laos, do Camboja e da Tailândia.
  4. Rodovia Nongkhai-Banguecoque-Kuala Lumpur-Singapura

Comunidades económicas regionais asiáticas relacionadas ao Corredor Económico Nanning-Singapura

  1. China é membro de:
    1. Organização para a Cooperação de Xangai (SCO)
    2. Organização para Cooperação entre Ferrovias (OSJD)
    3. Programa de Cooperação Económica Regional da Ásia Central (CAREC)
  2. Associação de Naciones do Sudeste Asiático (ASEAN)
    1. Comunidade Económica da ASEAN
    2. Área de livre-comércio da Associação de Nações do Sudeste Asiático
    3. Estratégia para a Cooperação Económica do Mekong (ACMECS): Camboja, Laos, Mianmar, Tailândia e Vietname
    4. Triângulo de Crescimento Tailândia-Indonésia-Malásia (IMT-GT): Tailândia, Indonésia, Malásia
    5. Área de crescimento do leste da ASEAN: Brunei Darussalã, Malásia, Indonésia, Filipinas
    6. Comissão do Rio Mekong: Camboja, Laos, Tailândia e Vietname
  3. Iniciativa da Baía de Bengala (BIMSTEC): Mianmar, Bangladesh, Índia, Sri Lanka, Tailândia, Butão e Nepal
  4. Sub-região do Grande Mekong: Camboja, China, Laos, Mianmar, Tailândia e Vietname
  5. Acordo Comercial Ásia-Pacífico (APTA): Bangladeche, China, Índia, Coreia do Sul, Laos, Mongólia e Sri Lanka
  6. Associação da Bacia do Oceano Índico (IORA)
    1. A África: a África do Sul, as Comores, o Quénia, Madagáscar, Maurícia, Moçambique, Seicheles, a Tanzânia
    2. Ásia: Austrália, Bangladeche, Índia, Indonésia, Irão, Malásia, Singapura, Sri Lanka, Tailândia
    3. O Médio Oriente: o Omã, os Emirados Árabes e o Iémen
  7. União Asiática de Compensação (ACU): Bangladeche, Butão, Índia, Irão, Mianmar, Maldivas, Nepal, Paquistão e Sri Lanka
  8. Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC): Austrália, Brunei Darussalã, Canadá, Chile, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Filipinas, Hong Kong, Indonésia, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Papua-Nova Guiné, Peru, Rússia, Singapura, Tailândia, Taiwan, Vietname
    1. Acordo Estratégico Transpacífico de Associação Económica (TPP)

Acordos de Livre-Comércio relacionados com os países do corredor

  1. Acordos de Livre-Comércio (ALC) da China: Brasil-BRICS, África-Países BRICS, África-China, União Europeia, Chile, Peru, Costa Rica, ASEAN, PaquistãoSingapura...
  2. ASEAN
    1. Acordos de Livre-Comércio como membro da ASEAN: União Europeia (UE), Canadá, China, Austrália, Índia, União Europeia, Japão, Coreia, Rússia, Estados Unidos
    2. Acordos de Livre-Comércio (ALC) de Singapura: Peru, Panamá, China, Jordânia, Estados Unidos, Índia, AELC, Coreia, Nova Zelândia, Austrália, Japão, Corredor de Crescimento Ásia-África
    3. Acordos da Tailândia: Índia, Nova Zelândia-Tailândia
    4. Indonésia tem um acordo comercial com a Índia

Principais instituições asiáticas relacionadas ao corredor

  1. Foro para a Ásia
  2. Diálogo de Cooperação da Ásia
  3. Comissão Económica e Social para a Ásia e o Pacífico (ESCAP)
  4. Banco Asiático de Desenvolvimento
  5. Plano Colombo

Principais instituições islâmicas relacionadas ao corredor

  1. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)
  2. Banco Islâmico de Desenvolvimento

As principais religiões da região do Corredor Económico Nanning-Singapura são:

  1. Islão
  2. Budismo
  3. Confucionismo
  4. Taoísmo

O Corredor Económico Nanning-Singapura pertence ao:

  1. Espaço económico da civilização sinica
  2. Espaço económico da civilização budista


(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2020)
Ensino superior para todos a preços acessíveis
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página