Islão na Ásia

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo Conteúdo programático da subunidade curricular - Islão na Ásia. Empresários muçulmanos asiáticos.

1- Islão na Ásia.

2- Islão no Bangladesh.

  1. Muhammad Yunus (Banco Grameen)
  2. Empresários muçulmanos do Bangladesh
  3. Jahurul Islão (Grupo AFTAB)
  4. Samson H Chowdhury (Square)
  5. Salman F Rahman (Beximco)

3- Islão no Irão.

  1. A Guarda Revolucionária Islâmica e os negócios - Grupo Bahman
  2. «Bonyads»: Fundação Mostazafén da Revolução Islâmica
  3. Empresários muçulmanos iranianos

4- Islão no Paquistão.

  1. Empresários muçulmanos paquistaneses
  2. Shahid Khan
  3. Família Saigol
  4. Mian Muhammad Mansha
  5. Dewan Farooqui

5- Islão na Ásia Central:

  1. O Islão no Afeganistão, na China, no Cazaquistão, no Quirguistão, no Tajiquistão, no Turquemenistão e no Uzbequistão
  2. Empresários muçulmanos da Ásia Central

6- Islão na região ASEAN

  1. O Islão na Indonésia, na Malásia e no Brunei
  2. Empresários muçulmanos da ASEAN
  3. Sandiaga Salahuddin Uno
  4. Tan Sri Mokhtar
  5. Caso de estudo: a diversidade religiosa na ASEAN: força ou ameaça?
A subunidade curricular «Islão na Ásia» estuda-se:
  1. Mestrados profissionais: Negócios Internacionais, Ásia, Países Muçulmanos
  2. Doutoramentos à distancia (EaD): Ética, Religiões e Negócios, Mercados Muçulmanos, Ásia

Idioma de estudo: Português + Espanhol Islam Ásia Inglês Islam Ásia Francês Islam.

Exemplo da subunidade curricular - Islão na Ásia
Diálogo Ásia-Médio Oriente (AMED)

Descrição Descrição da subunidade curricular - Islão na Ásia:

O Islão é atualmente a religião mais importante da Ásia (25% da população asiática), seguida pelo hinduísmo e pelo Budismo. Estima-se que o número total de muçulmanos na Ásia é de 1.100 milhões de pessoas, isto é, 62% dos muçulmanos de todo o mundo vivem na Ásia.

A Indonésia, o Paquistão, a Índia e o Bangladesh, são os quatro países com populações muçulmanas maiores do mundo.

No sudeste Asiático (ASEAN), o Islão também é a religião majoritária, estimando-se em uns 241 milhões de muçulmanos (42% da população).

A Indonésia, a Malásia e Brunei são os países muçulmanos do sudeste Asiático. Na Malásia e no Brunei é a religião oficial, enquanto na Indonésia o Islão é a religião oficial junto das outras cinco. A grande maioria pertence ao Islão Sunita, a escola de jurisprudência islâmica (fiqh) mais importante é a Shafi'i.

Exemplos - Islão

Islão na Ásia

Salman F Rahman (Empresário Bangladesh)

Muhammad Yunus (banqueiro, o Bangladesh)

Guarda Revolucionária Islâmica

Religiões e negócios.



Universidade U-EENI