Negócios em Hong Kong

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular. Comércio exterior e negócios em Hong Kong (China)

  1. Introdução a região Administrativa Especial de Hong Kong
  2. A porta da entrada à China
  3. Hong Kong: a capital de negócios da Ásia
  4. Grande Delta do Rio das Pérolas
  5. Economia de Hong Kong
  6. Comércio exterior honconguês
  7. As relações entre a América Latina e Hong Kong
  8. Investimento direto estrangeiro (IDE)
  9. Criar uma empresa em Hong Kong
  10. Casos de estudo:
      - Imaginarium em Hong Kong.
      - Mango em Hong Kong
  11. Acesso ao mercado honconguês
  12. Plano de negócios para o Hong Kong
  13. Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC)

Objetivos da unidade curricular "Fazendo negócios em Hong Kong":

  1. Analisar a economia e o comércio exterior honconguês
  2. Avaliar as oportunidades de negócio em Hong Kong
  3. Analisar as relações comerciais de Hong Kong com o país do aluno
  4. Analisar o perfil de empresas honconguesas
  5. Entender a importância de Hong Kong como porta primeiramente ao mercado chinês
  6. Desenvolver um plano de negócios para o mercado honconguês
A unidade curricular "Negócios em Hong Kong" estuda-se:
  1. Mestrados profissionais: Ásia, Países BRICS, Negócios Internacionais
  2. Doutoramento (Doutorado) Negócios na Ásia e-learning

Idioma de estudo: Pt ou En Hong Kong Es Hong Kong Fr Chine.

  1. Créditos da unidade curricular "Negócios em Hong Kong": 3 ECTS
  2. Duração estimada: 3 semanas

国际贸易、全球营销及国际化硕士.

Exemplo da unidade curricular - Comércio internacional e negócios em Hong Kong:
Negócios Hong Kong

Descrição da unidade curricular - Negócios em Hong Kong:

Hong Kong tem uma posição geográfica e económica privilegiada no centro da Ásia.

Região Administrativa Especial de Hong Kong:

  1. Os idiomas oficiais de Hong Kong são o inglês e o cantonês
  2. Superfície: 1.108 quilómetros quadrados
  3. População honconguesa: 7,1 milhões de pessoas
  4. Independência de Reino Unido em 1997
  5. Moeda honconguesa: o Dólar de Hong Kong
  6. Religiões de Hong Kong: Budismo, Confucionismo, Taoismo
  7. O PIB (nominal) de Hong Kong é de 215.354 mil milhões de dólares
    1. Agricultura: 0,1%
    2. Indústria: 9%
    3. Serviços: 90,9%
  8. O PIB (PPA) é de 350 mil milhões de dólares
  9. Inflação honconguesa: 2%
  10. Principais destinos das exportações honconguesa são a China, os Estados Unidos e o Japão

Os executivos de Hong Kong têm rápidas e excelentes conexões com as principais cidades da região da Ásia-Pacífico.

  1. Esta posição é uma das principais razões pela que muitas empresas instalam seus centros regionais operativos em Hong Kong e suas fábricas na área do Grande Rio da Pérola (maior investidor na China continental).
  2. Localizada no litoral sudoeste da China, Hong Kong representa um grande "hinterland" com aproximadamente 1,3 bilhões de pessoas, desde este ponto de vista pode ser considerado como o maior mercado do mundo. Em um dia é possível viajar para Beijem, Xangai ou a qualquer outra cidade chinesa.
  3. Hong Kong é o maior investidor na China continental, representando quase 44% dos investimentos.
  4. Mais de cem empresas cotam na Bolsa de Valores de Hong Kong.
  5. Há quase vinte e seis bancos chineses com escritórios em Hong Kong.
  6. A liberdade comercial é a filosofia de Hong Kong. A fundação "Heritage" classificou a Hong Kong como a economia mais livre do mundo.

A região do Grande Delta do Rio das Pérola, que consiste na região Administrativa especial de Hong Kong, Macau e a área de desenvolvimento económica da província de Guangdong (China), emergiu como uma das áreas económicas mais dinâmicas do mundo.

O Acordo de Parceria económica reforçada, se fez efetivo a princípio de 2004, e permite o acesso preferencial dos produtos de Hong Kong à China continental. Esta é outra das razões pelas quais milhares de empresas selecionaram a Hong Kong como sede de operações regionais.

O investidor dispõe de um amplo leque para formalizar uma empresa em Hong Kong. Todas as empresas estão submissas às mesmas regras. Os requerimentos legais para estabelecer uma empresa são mínimos em Hong Kong. Se pode criar uma empresa em seis dias e por um custo de umas poucas centenas de dólares.

As formas mais habituais costumam ser:

  1. Sociedades de responsabilidade limitada
  2. Filiais de escritórios das empresas estrangeiras
  3. Escritórios de representação
  4. Associações / unipessoais
  5. Criação de empresas conjuntas

Budismo - Confucionismo - Taoismo.


EENI Escola de Negócios