Escola de Negócios EENI Business School

Como exportar para a UE


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): Como exportar para à União Europeia. Mercadorias importadas na UE

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Exportar para a União Europeia

  1. Os processos de importação da União Europeia;
  2. O novo Código Aduaneiro da União Europeia;
  3. O sistema de ajuda da UE: Export Helpdesk;
  4. O número de registo e de identificação dos operadores económicos (EORI);
  5. A declaração sumária de entrada;
  6. O destino aduaneiro
    1. Os depósitos aduaneiros.
  7. Os direitos aduaneiros na União Europeia;
  8. O sistema de informação tarifária vinculante (IAV) da UE;
  9. O Documento Único Administrativo (DUA);
  10. A valoração aduaneira;
  11. Os requisitos sanitários e fitossanitários;
  12. Os requisitos médio ambientais;
  13. Os requisitos técnicos. O Marcado «CE» de Conformidade Europeia;
  14. Casos de estudo. Os requisitos para exportar café, camisas de algodão e rum para à União Europeia;
  15. Os impostos especiais à importação na UE;
  16. As normas de comercialização;
  17. As restrições à importação. Os contingentes;
  18. Anti-dumping;
  19. O imposto sobre o valor acrescentado na União Europeia;
  20. A base de dados TARIC (direitos aduaneiros e normas sobre importação de mercadorias para a UE).

Os objetivos da UC «Como exportar para a UE» são os seguintes:

  1. Saber os processos necessários para exportar uma mercadoria para a UE e importar desde a UE;
  2. Conhecer os requisitos e as normas necessárias para importar;
  3. Saber como identificar as restrições e os contingentes à importação;
  4. Analisar os impostos e os direitos aduaneiros aplicáveis.

Exemplo:
Como exportar para à União Europeia:

Exemplo:
Documento Único Alfandegário (DUA) União Europeia, Portugal

Educação continuada à distância online (comércio exterior, negócios internacionais)

A UC «Como exportar para a UE» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Doutoramento (Doutorado DIB): Negócios Europeus, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Mestrados (MIB): Negócios na Europa, Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Curso: Exportar para a UE.

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Exportar a la UE Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais How to export to the EU Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Exporter vers l’UE.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Acesso preferencial / Acordos comerciais

Exemplo:
Exportação de Peixe Angola (Comércio Exterior)

Comércio Exterior (exportações, importações) Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento)

Como exportar para a UE. Mercadorias importadas na UE

O novo código aduaneiro da UE contém todas as normas, os requisitos e os processos para importar à UE e exportar para a UE desde países terceiros.

Todos os países da UE aplicam este código aduaneiro: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, Dinamarca, França, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Polónia, Portugal, a República Checa, Roménia, Suécia.

Tanto as empresas como os particulares devem ter o número de registo e identificação de operadores económicos (EORI). Um exportador que no pertence à UE deverá solicitá-lo.

Quando uma mercadoria de um terceiro país entre no território aduaneiro da UE deve ser apresentada a declaração sumária de entrada.

Quando uma mercadoria entre no território aduaneiro da UE o faz na forma de armazenamento temporário (máximo de 90 dias) até que seja atribuído um destino aduaneiro:

  1. Introdução em livre prática;
  2. Os processos especiais
    - trânsito (interno e externo)
    - Depósito
    - Destino especial (Admissão temporal, Destino final, tráfico de aperfeiçoamento ativo / passivo).

Treinamento recomendado para os estudantes de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Exemplo:
Corredor de Transporte Atlântico (Portugal-Espanha-França-Alemanha)

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Corredores de Transporte Europeus


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página