Escola Negócios EENI Business School
Negócios nos Emirados Árabes Unidos

Conteúdo programático da unidade curricular - Fazendo negócios nos Emirados Árabes Unidos (EAU) Dubai

  1. Introdução aos Emirados Árabes Unidos / Dubai (Médio Oriente)
    1. A Sua Excelência Lubna Bint Khalid Al Qasimi
    2. A Sua Excelência Reem Ebrahim al Hashimi
  2. A economia emiradense
    1. O perfil económico dos sete emirados: Abu Dabi, Ajman, Dubai, Fujairah, Ras al-Khaimah, Sharjah, Umm el Kaiwain.
  3. Fazendo negócios em Dubai e em Abu Dabi.
  4. As oportunidades de negócios nos Emirados Árabes Unidos
  5. O comércio exterior (exportações, importações) emiradense
  6. O investimento estrangeiro direto (IED) em Dubai
    1. Abrindo uma empresa em Dubai
  7. Casos de estudo:
    1. Feira do livro Sharjah.
    2. Companhia de Desenvolvimento Mubadala
  8. Acesso ao mercado emiradense
  9. Plano de negócios para os Emirados Árabes
 Fundos Árabes para o Desenvolvimento
  1. Fundo de Abu Dabi para o Desenvolvimento
  2. Fundo Monetário Árabe
  3. Programa de financiamento do comércio árabe

Empresários (as) dos Emirados Árabes Unidos.

  1. Abdul Aziz Ghurair
  2. Majid Al Futtaim
  3. Amina Al Rustamani
  4. Shaikha Al Maskari
  5. Lubna Bint Khalid Al Qasimi
  6. Reem Ebrahim al Hashimi

Os objetivos da unidade curricular «Comércio exterior e negócios nos Emirados Árabes Unidos» são os seguintes:

  1. Analisar a economia e o comércio exterior (exportações, importações, investimentos IED) emiradense
  2. Avaliar as oportunidades de negócio nos Emirados Árabes Unidos
  3. Analisar as relações comerciais dos Emirados com o país do estudante
  4. Conhecer os acordos de livre-comércio dos Emirados Árabes Unidos (EAU)
  5. Desenvolver um plano de negócios para o mercado emiradense
  6. Analisar o perfil das empresárias e dos empresários emiradenses
A unidade curricular «Negócios nos Emirados Árabes» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios nos Países Muçulmanos, Negócios Internacionais, Comércio Exterior
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Islâmicos, Comércio Mundial
  3. Curso Superior: negócios no Médio Oriente

Estudante mestrado em negócios internacionais EAD

Línguas de estudo: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramentos) em Português + Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês United Arab Emirates ou Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Emirados Árabes Estudar mestrado negócios internacionais em Francês Emirats.

  1. Créditos da unidade curricular «Comércio exterior e negócios nos Emirados Árabes Unidos»: 2 ECTS
  2. Duração estimada: 2 semanas

ماجستير في التجارة الخارجية و التسويق الدولي.

Exemplo da unidade curricular - Comércio exterior e negócios nos Emirados

Sua Excelência Xequesa Lubna Bint Khalid (a mulher árabe mais poderosa do mundo) Emirados Árabes Unidos





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular: Comércio exterior e negócios nos Emirados Árabes Unidos.

Acesso preferencial e acordos de livre-comércio dos Emirados Árabes Unidos.

  1. Os Emirados Árabes Unidos e o Espaço Económico árabe
  2. Conselho de Cooperação do Golfo (CCG)
  3. Sistema de Comércio Preferencial (TPS-OCI)
  4. Acordo de Livre-Comércio com o MERCOSUL
  5. Acordo União Europeia-Emirados (GCC)
  6. Os acordos de livre-comércio (ALC) do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC) com a Índia, a China, a Coreia do Sul, a Austrália, a Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC), a Nova Zelândia, a Tailândia...
  7. Grande Área de Livre Comércio Árabe (GAFTA)
  8. Associação da Orla do Oceano Índico para a cooperação (IORA)

Transporte e logística nos Emirados Árabes Unidos

  1. Acesso ao
    1. Corredor Económico China-Paquistão
    2. Corredor Índia-Chabahar (Irão)-Afeganistão
    3. Corredor de Transporte Quirguistão-Tajiquistão-Afeganistão-Irão (KTAI -ECO)

Facilitação do comércio exterior

  1. Organização Mundial do Comércio (OMC)
    1. Acordo Geral sobre o Comércio de Serviços (AGCS)
    2. Acordo de Facilitação do Comércio (AFC)
    3. Acordo de Aplicação de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias (MSF)
    4. Acordo de Inspeção Pré-embarque (PSI)
    5. Acordo de Barreiras Técnicas ao Comércio (OTC)
    6. Acordo de Salvaguardas (SG)
  2. Organização Mundial das Alfândegas (OMA)
    1. Convenção de Quioto Revisada (CQR)
  3. Oficina Internacional de Contentores e Transporte Intermodal (BIC)
  4. Organização da Aviação Civil Internacional (Convenção de Chicago, OACI)
  5. Organização Marítima Internacional (IMO)
    1. Convenção Internacional relativa à Seguridade dos contentores (CSC)
    2. Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul) - Não membro
  6. União Internacional dos Transportes Rodoviários (IRU)
    1. Acondicionamento da Carga nos Transportes Rodoviários
    2. Convenção TIR

Corredor de Transporte Quirguistão-Tajiquistão-Afeganistão-Irão

Organizações islâmicas

  1. Liga dos Estados Árabes (LEA)
  2. Comissão Económica e Social para a Ásia Ocidental (CESPAO)
  3. Organização para a Cooperação Islâmica (OCI)
    1. Centro de Investigação Económica - Social e de Ensino para os Países Islâmicos
    2. Centro Islâmico para o Desenvolvimento do Comércio Exterior
    3. Câmara de Comércio e Indústria Islâmica
    4. Comité para a Cooperação Económica e Comercial da OCI
  4. Banco Islâmico de Desenvolvimento (BIsD)
  5. Diálogo Ásia-Médio Oriente (AMED)
  6. Cúpula América do Sul (Brasil)-Países Árabes (ASPA)
  7. Fundos Árabes para o Desenvolvimento
  8. Cooperação África-Países árabes (ASA)
  9. Banco Árabe para o desenvolvimento económico de África (BADEA)

Organizações económicas globais

  1. Nações Unidas (NU)
    1. Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD)
    2. Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI)
    3. Centro de Comércio Internacional (INTRACEN)
  2. Banco Mundial (BM)
  3. Organização Mundial do Comércio (OMC)
  4. Fundo Monetário Internacional (FMI)

Emirados Árabes Unidos (EAU)

  1. Os Emirados Árabes Unidos (EAU) são uma federação constitucional de sete emirados; Abu Dabi, Dubai, Sharjah, Ajman, Umm al-Qaiwain, Ras al-Khaimah e Fujairah.
  2. Os Emirados estão localizados ao sudeste da península arábica, no golfo pérsico (Médio Oriente)
  3. Os Emirados Árabes Unidos limitam com o Omã ao sudeste e com a Arábia Saudita ao oeste e ao sul.
  4. A língua oficial emiradense e o árabe
  5. Os Emirados Árabes Unidos têm uma população de 5,8 milhões de habitantes
  6. É de destacar que só 19% são nascidos nos Emirados Árabes Unidos; 23% são imigrantes de origem árabe e iraniano, 50% são imigrantes do sul da Ásia
  7. 77,9% da população dos Emirados Árabes Unidos é alfabetizada
  8. Os Emirados Árabes Unidos são o pais mais avançado do Golfo (IDH de 0,868)
  9. A federação dos Emirados foi criada formalmente em 1971.
    1. A independência dos Emirados Árabes Unidos do Reino Unido: 1971
  10. O PIB per capita dos Emirados Árabes Unidos é similar ao dos principais países europeus
  11. A capital emiradense: Abu Dabi
  12. Maior cidade dos Emirados Árabes Unidos: Dubai
  13. Área dos Emirados Árabes Unidos: 83.600 quilómetros quadrados
  14. A moeda dos Emirados Árabes Unidos: o Dirham
  15. Os Emirados são uma monarquia eletiva constitucional federal e presidencial

Corredor Índia-Chabahar (Irão)-Afeganistão. Caminho de ferro Mashhad-Herat-Mazar-el-Sharif

A religião nos Emirados Árabes Unidos.

  1. Islão Sunni
  2. A Escola Fiqh (Jurisprudência islâmica): Maliquismo

Os Emirados Árabes Unidos pertencem ao Espaço Económico árabe da civilização islâmica.

Associação da Bacia do Oceano Índico (IORA) Moçambique, Bangladeche, Índia...

A economia dos Emirados Árabes Unidos.

Os Emirados Árabes Unidos são o terceiro produtor regional de petróleo depois da Arábia Saudita e do Irão. Os Emirados Árabes Unidos alcançaram a diversificar a sua economia, de modo que já não depende exclusivamente das exportações de petróleo (20% do seu PIB).

  1. Os Emirados Árabes Unidos são talvez o país da região que mais avançou; hoje em dia apresenta uns elevados índices de IDH (0,868), por exemplo, o seu PIB per capita é próximo ao dos principais países da Europa
  2. Dubai é um destino turístico importante e um centro de conexão para as indústrias de serviços (as tecnologias de informação, as finanças, a logística...)
  3. Dubai é o centro nevrálgico da uma das regiões mais ricas do mundo
  4. Dubai oferece importantes oportunidades de negócio para os investidores em diversos setores: o transporte e a distribuição, a fabricação, ou como sede de escritórios regionais
  5. A economia emiradense é um 62,8% livre, de acordo com a Fundação Heritage, o que a situa no posto número sessenta e três do índice de liberdade económica mundial. Os Emirados Árabes Unidos são classificados em sétimo lugar aos dezassete países do Médio Oriente e do norte de África, sendo sua pontuação total superior à meia regional.
  6. Se bem os Emirados são um centro financeiro regional, o seu setor financeiro ainda é sujeito a uma forte ingerência governamental.
  7. O Burj Al-Arab (Torre dos árabes) é uns dos hotéis mais impressionantes do mundo, foi construído sobre uma ilha artificial de Dubai (Emirados Árabes Unidos). Tem uma altura de 320 metros, o que lhe faz ser o hotel mais alto do mundo. É talvez um dos símbolos do país

A Companhia de Desenvolvimento Mubadala é uma joint venture (empreendimento conjunto), com sede em Abu Dabi, capital dos Emirados Árabes Unidos. O seu foco é o desenvolvimento e a gestão de um portfólio extenso e economicamente diversificado de iniciativas comerciais. O único acionista é o governo do Emirado de Abu Dabi. A Companhia de Desenvolvimento Mubadala estabeleceu relações diplomáticas com mais de setenta países, incluindo os Estados Unidos, o Japão, o Paquistão, a Rússia, a Índia, a República Popular da China, e a maioria dos países da Europa Ocidental.

Exemplos - Negócios nos Emirados

Grande Área de Livre Comércio Árabe (GAFTA): Barém, Egito, Iraque, Kuwait, Líbano, Líbia, Marrocos, Omã, Qatar, Arábia Saudita, Sudão, Síria, Tunísia e Emirados Árabes Unidos

Abdul Aziz Al Ghurair empresário emiradense, curso

Sua Excelência Reem Ebrahim Al Hashimi (Emirados Árabes Unidos) organização «Cares Dubai»

Shaikha Al Maskari, mulher de negócios muçulmana emiradense (Emirados Árabes Unidos)

Grupo Majid Al Futtaim dos Emirados Árabes Unidos, propriedades, distribuição, Ski Dubai

Amina Al Rustamani, mulher de negócios muçulmana emiradense. Emirados Árabes Unidos

Conselho de Cooperação do Golfo (CGG) Arábia Saudita, Barém, Emirados Árabes Unidos, Qatar, Omã, Kuwait...

(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2021)
Devido à pandemia COVID, a EENI implementou o teletrabalho. Favor entrar em contato somente por e-mail, WhatsApp ou pelo formulário de solicitação de informações.
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página