Escola Negócios EENI Business School Universidade
Convenção relativa à Admissão Temporária

A pandemia mundial de Coronavirus e as atividades da EENI - Continuamos trabalhando on-line.

«Juntos, podemos vencer o coronavírus. Eu fico em casa»

Conteúdo programático da unidade curricular - Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul)

  1. Introdução à Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul)
  2. Análise da Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul)

Cursos Mestrados Doutoramentos Escola Negócios EENI

O curso (unidade curricular) «Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul)» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Cursos de Logística: Introdução ao transporte, transporte marítimo, multimodal, rodoviário, ferroviário
  2. Curso: Assistente de Exportações
  3. Cursos Superiores: Transporte Internacional, Comércio Exterior
  4. Mestrados: Transporte Internacional, Transporte em África, Negócios Internacionais, Comércio Exterior e Marketing, Back Office Exportação
  5. Doutoramentos (Doutorados): Logística Global, Comércio Mundial

Estudante doutoramento / mestrado EAD comércio exterior

Línguas de estudo: Cursos e Mestrados à distância em Português + Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Convenio de admisión temporal Mestrados e Doutoramentos Negócios em Inglês Convention relating to temporary admission Mestrado comércio exterior em Francês Convention douanière relative à l’admission temporaire.

Área de conhecimento: comércio exterior.

Tópicos relacionados: contentores - Transporte aéreo

Exemplo da unidade curricular - Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul):

Convenção relativa à Admissão Temporária (Istambul)





Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

Descrição da unidade curricular - Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul).

O principal objetivo da Convenção Relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul) é facilitar a importação temporária simplificando e harmonizando os procedimentos adotando modelos de documentos padronizados, tais como documentos aduaneiros internacionais com segurança internacional, contribuindo assim para o desenvolvimento do comércio internacional.

A admissão temporária exige a reexportação após um período de tempo sem ter feito nenhum tipo de transformação no produto.

É obrigatório que todas as partes aceitem o livrete ATA

As vantagens da Convenção Relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul):

  1. Suspensão de direitos alfandegários, taxas etc.
  2. Minimização de custos transfronteiriços
  3. Simplificação considerável dos procedimentos aduaneiros
  4. Documento aduaneiro internacional (válido para declaração aduaneira)
  5. Economizando tempo e dinheiro

A Convenção Relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul) combina os restantes acordos de admissão temporária.

Partes contratantes da Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul): União Europeia, Albânia, Argélia, Andorra, Austrália, Áustria, Bielorrússia, Bélgica, Bósnia e Herzegovina, Brasil, Bulgária, Chile, China, Croácia, Chipre, República Checa, Dinamarca, Estónia, Finlândia, Macedónia, França, Geórgia, Alemanha, Grécia, Hong Kong, Hungria, Irlanda, Itália, Jordânia, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Madagáscar, Mali, Malta, Maurícia, Moldávia, Mongólia, Montenegro, Países Baixos, Nigéria, Paquistão, Polónia, Portugal, Roménia, Rússia, Arábia Saudita, Sérvia, Eslováquia, Eslovénia, África do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Tajiquistão, Tailândia, Turquia, Ucrânia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido, Zimbábue.

  1. Data de entrada em vigor da Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul): 27/11/1993.
  2. Depositário: Organização Mundial das Alfândegas.
  3. Textos autênticos: inglês e francês.

Informação relacionada

  1. Convenção Aduaneira relativa aos Contentores (CCC)
  2. Convenção Internacional relativa à Seguridade dos contentores
  3. Convenção TIR
  4. União Internacional dos Transportes Rodoviários (IRU)
  5. União Internacional de Caminhos-de-Ferro (UIC)
  6. Câmara Internacional de Navegação
  7. Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA)
  8. Organização Marítima Internacional (IMO)

Contentores e Transporte Internacional, curso

Código ILU (Transporte Combinado ferroviário-rodoviário)

Transporte Combinado ferroviário-rodoviário, Curso

Fonte: Oficina Internacional de contentores e Transporte Intermodal



A pandemia mundial de Coronavirus e as atividades da EENI - Continuamos trabalhando on-line

(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2020)
Juntos, podemos vencer o coronavírus. Eu fico em casa.
Ensino superior para todos a preços acessíveis
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página