Escola de Negócios EENI Business School

Acordo Económico Chile-Equador



Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) - Acordo de Complementação Económica Equador-Chile.

  1. Introdução ao Acordo de Complementação Económica Equador-Chile (ACE Nº 65);
  2. O comércio exterior entre o Chile e o Equador.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios na América do Sul

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Acesso preferencial / Acordos comerciais

Estudante doutoramento / mestrado, negócios internacionais, comércio exterior

A UC «Acordo Económico Equador-Chile» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Mestrados (MIB): Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Doutoramento (Doutorado DIB): Negócios Americanos, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Ecuador-Chile Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais Chile Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Chili.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Negócios nos países Andinos

Acordo de Complementação Económica Equador-Chile.

O Chile e o Equador assinaram o Acordo de Complementação Económica em 1994, com o objetivo de criar um Espaço Económico expandido entre ambos países.

Em outubro de 2004 ambos países emitiram um comunicado conjunto anunciando que negociariam um Acordo de Livre-Comércio, dita iniciativa concluiu com a assinatura do Acordo de Complementação Económica N˚65 em Março de 2008.

Em 25 de Janeiro de 2010, o Acordo entrou em vigor substituindo ao Acordo de Complementação Económica e ampliando os capítulos relativos ao Comércio exterior de serviços, aos investimentos e a modernização do mecanismo de solução de controvérsias.

Os objetivos do presente acordo, desenvolvidos de maneira mais específica através dos seus princípios e das suas regras, incluídos os de tratamento nacional, o tratamento de nação mais favorecida e a transparência, são os seguintes:

  1. Intensificar as relações económicas entre as partes, e estimular a expansão e a diversificação do comércio exterior entre elas;
  2. Eliminar as barreiras técnicas ao comércio e facilitar a circulação transfronteiriça de mercadorias e serviços entre as partes;
  3. Promover as condições de concorrência leal no comércio bilateral entre as partes;
  4. Criar os procedimentos eficazes para a aplicação e o cumprimento do presente Acordo, pela sua administração conjunta, e para prevenir e resolver as controvérsias;
  5. Estabelecer os alinhamentos para a ulterior cooperação entre as partes, bem no âmbito regional e multilateral, encaminhados a ampliar e a melhorar os benefícios do presente acordo;
  6. Aumentar substancialmente as oportunidades de investimento estrangeiro direto nos territórios das partes, propiciando um intensivo aproveitamento dos seus mercados, e fortalecendo a sua capacidade competitiva nos intercâmbios mundiais.

Comércio Exterior (exportações, importações) Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento)

O comércio exterior Chile-Equador.

  1. O mercado chileno apresenta crescimentos sustentados nas suas importações, pelo qual o Equador tem um superávite comercial, no entanto uma grande parte das exportações equatorianas é o petróleo, pelo qual persiste um elevado défice comercial não petroleiro do Equador com dito país;
  2. Os produtos equatorianos que tiveram maior participação nas importações realizadas pelo Chile (total das importações) foram: «camarões», «palmito» e «banana»;
  3. O comércio exterior Chile-Equador (milhões de dólares).
    1. Exportações: 474;
    2. As importações: 765;
    3. Balança Comercial: -292;
    4. O comércio exterior: 1.239.

Acordos de Livre-Comércio do Equador.

Acordos de Livre-Comércio (ALC) do Chile: MERCOSUL, ALADI, UNASUL, SELA, Comunidade Andina, Peru, Colômbia, México, América Central, Estados Unidos, Panamá, Canadá, China, Índia, Coreia do Sul, Japão, Austrália, União Europeia, Associação Europeia de Livre-Comércio (AELC), Turquia, APEC, Acordo Abrangente e Progressivo para a Parceria Transpacífica...


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página