Chile-Coreia do Sul Tratado de Livre Comércio

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da subunidade curricular - Tratado de Livre Comércio Chile-Coreia do Sul

  1. Introdução ao Tratado de Livre Comércio Chile-Coreia do Sul
  2. Certificação de origem
  3. Comércio exterior entre o Chile e a Coreia do Sul
A subunidade curricular "Tratado de Livre Comércio (TLC) Chile-Coreia do Sul" estuda-se:
  1. Mestrados profissionais à distancia (EaD): América, Ásia, Mercados Fronteiriços, Negócios Internacionais
  2. Doutoramentos: Ásia, América

Idioma de estudo: Pt + Es Chile Corea US Korea Chile Fr Coree

Descrição da subunidade curricular - Tratado de Livre Comércio (TLC) Chile-Coreia do Sul.

O Tratado de Livre Comércio Chile-Coreia do Sul entrou em vigor o 1 de abril de 2004.

O Tratado de Livre Comércio (TLC) Coreia do Sul-Chile contém capítulos tais como: as disposições Iniciais, o comércio exterior de bens, as regras e o certificado de origem, os procedimentos alfandegários, a defesa comercial, as salvaguardas, antidumping e direitos compensatórios, os temas sanitários e fitossanitários, as normas técnicas e regulares, os investimentos e os serviços transfronteiriços, a entrada temporária de pessoas de negócios, a concorrência, as compras governamentais, a propriedade intelectual, a transparência e a administração do acordo, a solução de diferenças, as exceções.

Em matéria de eliminação alfandegária, as exportações coreanas para ao Chile ficaram sujeitas a cinco listas com diferentes prazos de redução: imediata, a 5, 7, 10 e 13 anos.

Por parte da Coreia, os produtos ficaram estabelecidos em seis listas, com prazos de redução imediata, a 5, 7, 9, 10 e 16 anos para chegar a tarifa aduaneira zero.

Ambos países pertencem a Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC).

Comércio exterior Chile-Coreia do Sul

  1. O Tratado de Livre Comércio (TLC) entre o Chile e a Coreia do Sul tem permitido continuar com o dinamismo do comércio internacional. Efetivamente, depois da assinatura do acordo no ano 2004 o comércio exterior de bens com a Coreia cresceu mais de quatro vezes, exibindo um crescimento médio anual de 19% no período 2004 e 2010.
  2. A participação das exportações chilenas nas importações totais de dito destino representou um 1,0%, localizando-se como vigésimo primeiro provedor coreano.
  3. O valor das exportações chilenas para a Coreia do Sul totalizou 4.087 milhões de dólares em esse ano, com uma taxa média anual de 14% em similar período.

Exemplo da subunidade curricular - Tratado de Livre Comércio (TLC) Chile-Coreia do Sul:
Chile-Coreia do Sul

América do Sul.



EENI Escola de Negócios