Escola de Negócios EENI Business School

Brasil: Acordos de Livre-Comércio


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) - Instituições económicas regionais e os acordos de livre-comércio (ALC) do Brasil. MERCOSUL

  1. MERCOSUL
  2. Associação Latino-Americana de Integração (ALADI)
  3. União de Nações Sul-Americanas (UNASUL)
  4. Sistema Económico Latino-Americano (SELA)
  5. Comunidade Andina (Associado)
  6. Comissão Económica para a América Latina e as Caraíbas (CEPAL)
  7. Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)
  8. FEALAC
  9. Cúpula América do Sul (Brasil)-Países Árabes (ASPA)
  10. Organização dos Estados Americanos (OEA)
  11. CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa)
  12. Acordos de livre-comércio Brasil-MERCOSUL: o Chile, o México, o Peru, a Índia, o Egito, o Israel, a Comunidade Andina, União Europeia (UE)
  13. União Europeia-Brasil
  14. Relações Espanha-Brasil
  15. Países BRICS
  16. Comércio exterior Brasil-BRICS
  17. Comércio exterior Brasil-China
  18. Fórum de Diálogo Índia-Brasil-África do Sul (IBAS)
  19. África-Países BRICS

Cúpula América do Sul-África (ASA) Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Brasil

A UC «Os Acordos de Livre-Comércio (ALC) do Brasil» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios na América, Negócios Internacionais, Comércio Exterior
  2. Doutorado: Negócios Americanos, Comércio Mundial
  3. Cursos: Negócios no Brasil, América do Sul

Estudantes, Curso Mestrado Doutoramento, Negócios Internacionais, Comércio Exterior

Brasil (estudar mestrado, doutorado, Negócios Internacionais, Comércio Exterior) Mestrados e Doutoramentos em Negócios Internacionais para os estudantes do Brasil

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramentos) em Português, comércio exterior Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Brasil Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais Brazil Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Bresil.

MERCOSUL

Acordos de Livre-Comércio (ALC) do MERCOSUL.

  1. Chile-Brasil
  2. México-Brasil
  3. Peru-Brasil
  4. Brasil-Índia
  5. Brasil-Egito
  6. Brasil-Israel
  7. União Europeia-Brasil
  8. A Comunidade Andina (Associado)
  9. Comunidade Andina-Brasil

As relações económicas internacionais do Brasil.

  1. Acordo de Complementação Económica Brasil-México
  2. Relações comerciais Brasil-BRIC
  3. Relações económicas China-Brasil
  4. Fórum de Diálogo Índia-Brasil-África do Sul
  5. Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)
  6. Associação Latino-Americana de Integração (ALADI)
  7. União de Nações Sul-Americanas (UNASUL)
  8. Sistema Económico Latino-Americano (SELA)
  9. Protocolo Relativo às Negociações Comerciais (PTN)
  10. Sistema Global de Preferências Comerciais entre os Países em Desenvolvimento (GSTP)
  11. Fórum de Cooperação Brasil-Ásia do Leste
  12. Cúpula Brasil-África
  13. Cúpula América do Sul (Brasil) Países árabes
  14. Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)
  15. Comissão Económica para a América Latina (CEPAL)
  16. Organização dos Estados Americanos (OEA)
  17. Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (CELAC)
  18. Cimeira União Europeia-CELAC
  19. Nações Unidas (NU)
    1. Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD)
    2. Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI)
    3. Centro de Comércio Internacional (INTRACEN)
    4. Comissão para o Direito Comercial Internacional (CNUDCI)
  20. Banco Mundial (BM)
  21. Banco Africano de Desenvolvimento (BAfD)
  22. Fundo Monetário Internacional (FMI)
  23. Sistema de Integração Centro-Americana (SICA) - país observador
  24. Associação dos Estados das Caraíbas (AEC) - país observador
  25. Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) - parceiro da OCDE
  26. Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (CELAC)...

Facilitação do comércio exterior

  1. Organização Mundial do Comércio (OMC)
    1. Acordo Geral sobre o Comércio de Serviços (AGCS)
    2. Acordo de Facilitação do Comércio (AFC)
    3. Acordo de Aplicação de Medidas Sanitárias e Fitossanitárias (MSF)
    4. Acordo de Inspeção Pré-embarque (PSI)
    5. Acordo de Barreiras Técnicas ao Comércio (OTC)
    6. Acordo de Salvaguardas (SG)
  2. Organização Mundial das Alfândegas (OMA)
    1. Convenção de Quioto Revisada (CQR)
  3. Oficina Internacional de Contentores e Transporte Intermodal (BIC)
  4. Organização da Aviação Civil Internacional (Convenção de Chicago, OACI)
  5. Organização Marítima Internacional (IMO)
    1. Convenção Internacional relativa à Seguridade dos contentores (CSC)
    2. Convenção relativa à Admissão Temporária (Convenção de Istambul)
  6. Convenção relativa ao Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Hamburgo, NU)
  7. Convenção relativa ao Contrato de Transporte Marítimo de Mercadorias (Regras de Roterdão, NU) não membro
  8. Acordo sobre transporte internacional terrestre (ALADI)
  9. União Internacional dos Transportes Rodoviários (IRU)
    1. Acondicionamento da Carga nos Transportes Rodoviários
    2. Convenção TIR
  10. Câmara Internacional de Navegação (ICS)
  11. Convenção CMR (Transporte por Estrada, NU) não membro

Convenção Aduaneira relativa ao Transporte Internacional de Mercadorias a coberto das Cadernetas TIR

Exemplos - Os acordos do Brasil

Acordos Comunidade Andina-MERCOSUL (Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai)

Associação Latino-Americana de Integração (ALADI) Convénio de Pagamentos e Créditos Recíprocos, Brasil

Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA, Brasil) A UNASUL e a Liga Árabe

Sistema Económico Latino-Americano (SELA) Argentina, Brasil, Chile, Uruguai...

Instituto Integração da América Latina. Banco Interamericano de Desenvolvimento

Os Estados do Brasil: Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Baía, Centro Oeste, Norte.



(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2021)
Não usamos cookies
Topo da página