Fazendo negócios na Bélgica

EENI- Escola Superior de Negócios Internacionais

Conteúdo programático da unidade curricular - O comércio exterior e os negócios na Bélgica. Bruxelas

  1. Introdução ao Reino da Bélgica (União Europeia)
  2. A economia da Bélgica
  3. Os negócios em Bruxelas: o centro político da União Europeia
  4. O comércio exterior belga
  5. O investimento direto estrangeiro (IDE) na Bélgica
  6. O acesso ao mercado belga
  7. Plano de negócios para a Bélgica

Os objetivos da unidade curricular «Comércio exterior e fazendo negócios na Bélgica» são os seguintes:

  1. Analisar a economia e o comércio exterior belga
  2. Avaliar as oportunidades de negócio no mercado belga
  3. Analisar as relações comerciais da Bélgica com o país do estudante
  4. Conhecer os acordos de comércio livre da Bélgica como um membro da União Europeia
  5. Desenvolver um plano de negócios para o mercado belga
A unidade curricular «Comércio exterior e negócios na Bélgica» estuda-se...:
  1. Doutoramento: Europa
  2. Mestrados à distância profissionais: União Europeia, Negócios Internacionais

Língua de estudo: Português + Espanhol Bélgica + Inglês Belgium Francês Belgique

  1. Créditos da unidade curricular «Comércio exterior e fazendo negócios na Bélgica»: 1 ECTS
  2. Duração: uma semana

Descrição da unidade curricular: Fazendo negócios na Bélgica

O Reino da Bélgica (Europa)

  1. A capital: Bruxelas, a capital política da União Europeia (UE)
  2. As línguas oficiais: francês, holandês e alemão
  3. A área: 30.528 quilómetros quadrados
  4. A população: 11,2 milhões de pessoas
  5. Tipo de governo: Monarquia parlamentar federal
  6. As fronteiras da Bélgica: a Alemanha, a França, Luxemburgo e os Países Baixos
  7. A religião da Bélgica: Catolicismo (Cristianismo)
  8. A Bélgica pertence à civilização cristiana ocidental (Espaço Económico europeu)
  9. A Bélgica tornou-se independente dos Países Baixos em 1830
  10. O Reino da Bélgica é um Estado federal dividido em três regiões: a Flandres (se fala flamengo), a Valónia (se fala francês), e Bruxelas
  11. A República Democrática do Congo tornou-se independente da Bélgica em 1960
  12. A República do Burundi e o Ruanda tornou-se independentes da Bélgica em 1962

A economia da Bélgica.

  1. A Bélgica entrou na União Europeia em 1958
  2. A sede da União Europeia e da Comissão Europeia encontram-se em Bruxelas, um dos maiores lobbies do mundo
  3. O PIB (nominal): 338.000 milhões de euros
  4. O PIB per capita: 42.793 dólares
  5. Recessão económica em 2009
  6. A Bélgica carece de recursos naturais
  7. A moeda: Euro (1999)
  8. A indústria localiza-se sobretudo na Flandes (norte da Bélgica)
  9. A indústria de transformação alimentar é a segunda em importância (21% da produção industrial)
  10. A empresa «Unitel Internacional Holdings BV» da mulher de negócios angolana Isabel dos Santos está localizada em Bruxelas

O comércio exterior belga.

  1. 75% do comércio exterior belga realiza-se com os países da União Europeia
  2. Os principais fornecedores da Bélgica: a Alemanha, os Países Baixos e a França (e também os principais destinos das suas exportações)
  3. Os principais produtos exportados: diamantes, maquinaria, produtos químicos, produtos alimentícios
  4. Como um membro da União Europeia, a Bélgica é beneficiária dos acordos de comércio livre da UE com o Chile, a África do Sul, a Coreia do Sul, a Índia, o México, o MERCOSUL, o Marrocos, etc.
  5. O Porto de Antuérpia é o segundo maior da Europa
  6. A Bélgica exporta mais de 1000 marcas de cerveja

Acordo de Associação União Europeia-Egito

As relações económicas internacionais da Bélgica

  1. A Câmara de Comércio Internacional
  2. O Banco Mundial
  3. A Organização Mundial do Comércio
  4. A União Europeia
  5. A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económicos (OCDE)
  6. O Fundo Monetário internacional (FMI)
  7. A Comissão Económica para a Europa (CEPE)
  8. A Reunião Económica Ásia-Europa (ASEM)
  9. As Nações Unidas
  10. O Grupo de Estados do Conselho da Europa contra a corrupção (GRECO)
  11. O Banco europeu de Reconstrução e Desenvolvimento
  12. O Banco europeu dos investimentos (BEI)
  13. A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE)
  14. O Banco Interamericano de Desenvolvimento

Exemplo da unidade curricular - Fazendo negócios na Bélgica:
Acordo de Associação CARIFORUM-União Europeia

Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE)

Acordo de Associação União Europeia-Marrocos



Universidade U-EENIPaz, Não Terrorismo