Escola de Negócios EENI Business School

Comércio e Negócios na Alemanha


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC) - Comércio exterior e negócios na Alemanha, Berlim

  1. Introdução à República Federal da Alemanha
    1. Os Estados Federados;
    2. As principais cidades da Alemanha.
  2. A Alemanha: o principal interveniente político da União Europeia;
  3. A economia da Alemanha
    1. A Alemanha como o motor económico europeu;
    2. A indústria da Alemanha.
  4. O setor serviços alemão;
  5. O comércio exterior alemão;
  6. O comércio exterior Brasil-Alemanha;
  7. As relações bilaterais entre a Alemanha e Portugal;
  8. O investimento estrangeiro direto (IED) na Alemanha. Investimentos da Alemanha no exterior;
  9. Casos de estudo:
    1. O Grupo Allianz;
    2. O Grupo VOLKSWAGEN;
    3. Bayer;
    4. Henkel.
  10. Acesso ao mercado alemão;
  11. Plano de negócios para a Alemanha.

Os objetivos da UC «Comércio exterior e negócios na República Federal da Alemanha» são os seguintes:

  1. Analisar as forças da economia e do comércio exterior (exportações, importações, investimento IED) alemão;
  2. Avaliar as oportunidades de negócio no mercado alemão;
  3. Analisar as relações comerciais da Alemanha com o país do estudante;
  4. Conhecer os acordos de livre-comércio (ALC) da Alemanha como um membro da União Europeia;
  5. Compreender a importância da Alemanha como a primeira economia europeia e o líder político da UE;
  6. Desenvolver um plano de negócios para o mercado alemão.

Exemplo:
Corredor de Transporte Atlântico (Portugal-Espanha-França-Alemanha)

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: negócios nos países da União Europeia

Estudantes Negócios Internacionais, Curso Mestrado Doutoramento

A UC «Comércio exterior e negócios na Alemanha» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Doutoramento (Doutorado DIB): Negócios Europeus, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Mestrados (MIB): Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol Alemania Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais Germany Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês Allemagne.

  1. Créditos da UC «Comércio exterior e negócios na Alemanha»: 3 ECTS;
  2. Duração: três semanas.

EENI em alemão: Master in international business.

Comércio exterior e negócios na Alemanha.

A Alemanha: a principal economia europeia e o líder político da União Europeia.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Corredores de Transporte Europeus

Exemplo:
Corredor Pan-europeu II (Rússia-Bielorrússia-Polónia-Alemanha) Curso

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Relações internacionais da União Europeia

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Mercado Único da UE

Exemplo:
Acordo de Associação União Europeia (Portugal)-Marrocos

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Facilitação do Comércio

Exemplo:
Organização Mundial das Alfândegas (OMA) Sistema Harmonizado. Convenção de Quioto

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: À União Europeia e as suas instituições

Organizações económicas e comerciais europeias.

  1. União Europeia (UE)
    1. Banco Central Europeu;
    2. Banco Europeu de Investimento (BEI);
    3. Cimeira União Europeia-CELAC;
    4. Grupo de Estados contra a Corrupção do Conselho da Europa;
    5. Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento.
  2. Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE);
  3. Comissão Económica para a Europa (CEPE).

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Globalização e organizações

Organizações económicas globais.

  1. Nações Unidas (NU)
    1. Conferência sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD);
    2. Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI);
    3. Centro de Comércio Internacional (INTRACEN);
    4. Comissão para o Direito Comercial Internacional (CNUDCI).
  2. Banco Mundial (BM);
  3. Organização Mundial do Comércio (OMC);
  4. Fundo Monetário Internacional (FMI);
  5. Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID);
  6. Banco Asiático de Desenvolvimento (BAsD);
  7. Banco Africano de Desenvolvimento (BAfD);
  8. Banco Islâmico de Desenvolvimento (BIsD);
  9. Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE)
    1. Medidas anticorrupção da OCDE.
  10. Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento;
  11. Comissão Económica para a América Latina e as Caraíbas (CEPAL);
  12. Diálogo Ásia-Europa (ASEM).

Exemplo:
Feiras Internacionais (Mestrado Comércio Exterior e Marketing)

A República Federal da Alemanha (Europa).

  1. O alemão é a língua que mais pessoas o falam na União Europeia (UE);
  2. As fronteiras da Alemanha: a França, a Bélgica, Luxemburgo, os Países Baixos, a Dinamarca, a Polónia, a República Checa, a Áustria e a Suíça;
  3. Capital da Alemanha: Berlim;
  4. Área da Alemanha: 357.022 quilómetros quadrados;
  5. População da Alemanha: 82 milhões de habitantes.

A religião na Alemanha: o cristianismo.

  1. Catolicismo (50%);
  2. Protestantes.

A Alemanha pertence à Civilização Cristã-Ocidental (Espaço Económico Europeu).

  1. O Prémio Nobel da Paz Albert Schweitzer nasceu na Alemanha.

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento: Cristianismo e Negócios (catolicismo, protestantismo)

Exemplo:
Mercado único digital da União Europeia: um e-mercado livre e aberto. Portugal

A economia da Alemanha.

  1. Com um produto interno bruto de 2.423 trilhões de euros, a República Federal da Alemanha é a maior economia da Europa, a terceira maior economia do mundo, e a quinta maior, tendo em conta a Paridade de poder aquisitivo e uma das maiores nações industrializadas;
  2. Frankfurt é o centro financeiro da República Federal da Alemanha e a cidade em onde está a maior bolsa de valores da Europa;
  3. A indústria é o maior pilar da economia da Alemanha (25% do produto interno bruto, trabalhando 8 milhões de habitantes);
  4. O setor secundário é o responsável do 30% do produto interno bruto da Alemanha e ocupa 25% da mão-de-obra da República Federal da Alemanha (10 milhões de habitantes);
  5. O setor serviços é o maior da economia da Alemanha (70% do produto interno bruto PIB);
  6. São de capital alemão empresas como Volkswagen, Daimler, Porsche, Siemens, Continental, BMW, Basf, Bayer, Beiersdorf, DHL, Bosch, Infineon, Deutsche Telekom, ThyssenKrupp, Bertelsmann, Lufthansa, SAP, Adidas, Hugo Boss.

Exemplo:
Curso Mestrado: Comércio internacional e negócios na Alemanha

Comércio Exterior (exportações, importações) Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento)

Comércio Exterior alemão.

  1. A República Federal da Alemanha é o segundo país exportador do mundo (o total das importações da Alemanha corresponde às da França e de Itália juntas) sendo o superávite comercial anual de 160 biliões de euros;
  2. As principais exportações da Alemanha: maquinaria, veículos, metais, os produtos químicos, têxteis, manufaturas e produtos de alimentação;
  3. As principais importações da Alemanha: maquinaria, alimentos, os produtos químicos, têxteis, veículos e metais;
  4. O Porto mais importante é o Porto de Hamburgo;
  5. Com um total de 995 biliões de euros em produtos exportados (aumento do 2,7%) Alemanha obtive um superávite na balança comercial de 176 biliões de euros;
  6. Como um membro da União Europeia, a Alemanha é beneficiária dos Acordos de Livre-Comércio da UE: o MERCOSUL, o México, a Comunidade Andina, a América Central, a Coreia, a Índia, o Canadá, o Líbano a Moldávia, etc. Além da União aduaneira com a Turquia.

As relações económicas internacionais da Alemanha.

A Alemanha é membro, entre outras, da Câmara de Comércio Internacional, do Banco Inter-Americano de Desenvolvimento, da Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Económico, do Banco Asiático de Desenvolvimento, do Banco Africano de Desenvolvimento, do Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento e da Organização das Nações Unidas e as suas agências especializadas, de entre as quais destaca-se o Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento. Integra a Organização Mundial de comércio (OMC) desde 1 de Janeiro de 1995.

No nível regional este país é membro fundador da União Europeia (UE), do Conselho da Europa e da União da Europa Ocidental.

A Alemanha pertence a Organização Mundial de comércio (OMC) desde o 1 de Janeiro de 1995.

Exemplo:
Corredor de Transporte Mar do Norte-Báltico (Finlândia, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, Alemanha, Países Baixos, Bélgica)

Beiersdorf é um dos líderes internacionais do setor da cosmética, os produtos médicos e fitas adesivas de uso industrial. A empresa centra-se no desenvolvimento de marcas reconhecidas internacionalmente, entre elas Nivea ou Hansaplast. O grupo tem mais de 18.000 trabalhadores e mais de cem parceiros no mundo inteiro.

A estratégia de Beiersdorf baseia-se em aumentar a presença e o reconhecimento da sua marca procurando através delas a fidelização do cliente. Concentram seus esforços no desenvolvimento das suas marcas mais fortes nos mercados internacionais, o que lhes permite crescer continuamente nos mercados estratégicos para seu crescimento.

A empresa gera suas forças internacionais através das suas forças locais, sendo a chave do sucesso: uma estratégia de marketing internacional única, mas que os seus filiados e parceiros implementam perfeitamente localmente e sob sua responsabilidade.

O processo de internacionalização da empresa se desenvolve em função das novas oportunidades de negócios que se geram nos mercados internacionais. As suas atividades internacionais lhes asseguram o crescimento ao longo prazo.


Grupo Volkswagen.

O Grupo Volkswagen, com sede em Wolfsburg, é um dos fabricantes de carros líderes mundiais, e o maior da Europa. Tem uma fatia do mercado global o 2,1%.

A unidade de negócio de carros de passageiros é dividida em dois grupos de marcas. Baixo a liderança do grupo, as marcas Audi e a Volkswagen são as principais geradoras de negócio do grupo nos mercados internacionais. O grupo de marcas Audi, é composto pelas marcas Audi, Seat e Lamborghini, estando posicionadas como marcas desportivas. O grupo de marcas a Volkswagen compõe-se das marcas a Volkswagen, Skoda Auto, Bentley e Bugatti e estão orientadas a um segmente mais clássico. Cada uma das suas marcas mantém uma imagem diferenciada de marca e atua de forma independente no mercado. A gama de marcas cobre desde os carros mais luxuosos aos de sob consumo. O grupo de veículos comerciais centra-se na produção e distribuição deste tipo de veículos.

O grupo tem 44 plantas de produção em onze países europeus e em sete países na América, na Ásia e em África. Tem mais de 320.000 trabalhadores no mundo inteiro que produzem mais de 21.500 carros, vendidos em mais de 150 países.

RISK MANAGEMENT SYSTEM. Como qualquer empresa globalizada, o grupo é exposto a diversos riscos, por isso desenvolveu seu própria atividade de gerenciamento do risco com o objetivo de identificar e minimizar os riscos associados a sua atividade em todo o mundo. O seu «risk management system» é parte integral da gestão do grupo.

ESTRATÉGIA DE e-BUSINESS. Com uma estreita colaboração com os seus fornecedores, o grupo evoluiu desde um marketplace b2b a uma plataforma b2b de fornecedores. O portal otimiza o fluxo de informação entre o grupo e os seus parceiros. O eixo do sistema é o novo «VW Grupo Supply Database», que coordena a todos os fornecedores do grupo assim como os produtos e os serviços que fornecem ao grupo. O grupo gera um volume de mais 50 triliões de euros através desta iniciativa.

Exemplo:
Caminho de ferro Transiberiano (Rússia, Mongólia, China, Coreia do Norte) Curso


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página