Curso a distância (EAD): Infraestruturas na África

Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Início EENI

Conteúdo programático do curso (unidade curricular, EAD) - As infraestruturas na África. O Programa PIDA.

Esta unidade curricular é composta por duas partes:

1- As Infraestruturas na África.

  1. O Programa de Desenvolvimento das Infraestruturas da África
  2. O Consórcio para as infraestruturas na África
  3. As tendências nos investimentos nas infraestruturas africanas
  4. Análises das infraestruturas na África
  5. As infraestruturas e crescimento económico na África
  6. As infraestruturas e redução da pobreza
  7. O Enquadramento institucional para as infraestruturas
  8. A urbanização e a distribuição dos serviços
  9. A integração regional e infraestruturas
  10. As tecnologias da informação e comunicação (TIC)
    1. O crescimento espetacular das TIC
    2. A revolução do móvel africana
    3. As TIC e as integração na África
  11. Os serviços e as infraestruturas tecnológicas na África
  12. Lições do Quadro Regulador, Legal e Político
  13. O ambiente de negócios e financiamento
  14. As funcionalidades inovadoras em pró do desenvolvimento
  15. A capacitação dos recursos humanos nas TIC e as capacidades de inovação
  16. Os sistemas de irrigação
  17. A energia
  18. O saneamento
  19. Os recursos hídricos e fornecimento
  20. Introdução ao transporte e a logística na África. (*)
  21. Introdução ao transporte marítimo na África (*)

(* Analisado em outra unidade curricular).

2- O Programa de Desenvolvimento das Infraestruturas da África (PIDA).

  1. Introdução ao Programa de Desenvolvimento das Infraestruturas da África (PIDA)
  2. Os setores chave:
    1. A energia
    2. O transporte
    3. As tecnologias da informação e comunicação (TIC)
    4. Recursos hídricos transfronteiriços
  3. Resultados do PIDA: o desenvolvimento através a integração regional
  4. Os custos e investimentos do Programa de Desenvolvimento das Infraestruturas da África
O curso online (unidade curricular) «As infraestruturas na África. O programa PIDA» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior (Doutoramentos, Mestrados EAD, Bachelors) à distância da EENI Business School & HA University:
  1. Mestrado em Negócios na África Subsariana
  2. Doutoramento em Negócios na África (educação à distância)
  3. Cursos: Transporte na África, Integração regional na África
  4. Bachelor's Degree em Negócios Interafricanos à distância

Estudante licenciatura, Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Língua de estudo: Ensino superior a distância em Português ou Estudar mestrado a distância em Inglês Africa Infrastructures Cursos à distância EaD em Francês Infrastructures en Afrique Educação superior a distância em Espanhol Infraestructuras en África.

  1. Créditos do curso (unidade curricular) «Infraestruturas na África»: 1 ECTS
  2. Duração estimada: 1 semana

Exemplo do curso (unidade curricular) online - As Infraestruturas na África:
Programa de Desenvolvimento das Infraestruturas da África PIDA

Portal Africano da EENI Business School & HA University
Portal África, Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Descrição do curso (unidade curricular, Ensino superior EAD) - O Programa para o Desenvolvimento das infraestruturas na África:

  1. As infraestruturas foram um importante motor do forte crescimento económico da África nos últimos anos
  2. Se a África tivesse melhores infraestruturas o seu crescimento e o seu desenvolvimento seriam ainda maiores
  3. O setor do transporte da África requer 18 mil milhões de dólares em investimentos anuais (quase a metade do custo das operações e de manutenção)
  4. Os maiores países que financiam as infraestruturas na África são a China (13,4 milhões de dólares), o Brasil, a Índia e a Coreia do Sul.
  5. Os países mais atraentes para o investimento em infraestruturas são a África do Sul, o Quénia, o Gana, Moçambique, a Tanzânia, o Botsuana, o Uganda, Angola, a Namíbia e a Zâmbia.
  6. O setor privado africano liderou a expansão das tecnologias da informação e comunicação nos últimos anos. A República Federal da Nigéria, produtora de petróleo, tem aumentado o seu predomínio e representou mais do 50% do investimento direto estrangeiro (IDE) total nos países ricos em recursos
  7. O aporte da África do Sul no total dos países costeiros de escassos recursos tem vindo a diminuir.
  8. A África tem a mais baixa taxa de penetração da Internet a nível global
  9. Na África Subsariana, a taxa de penetração e menor do 7% para utilizadores da Internet e abaixo do 1% para a banda larga. Na América Latina e Caraíbas, no Sudeste Asiático e nos países do Pacífico, os dados estão à volta do 20% para utilizadores da Internet.
  10. Os países do norte da África estão melhor que os países subsaarianos, com uma taxa de 40,4%.
  11. A África Subsariana (Espaço Económico da Civilização Africana) tem os preços da Internet mais altos do mundo

Curso a distância online: Corredor Africano do norte

Infraestruturas na África (curso a distância)

África Telecomunicações

Área de Livre Comércio Continental Africana - População africana.

Os corredores africanos de transporte.

  1. O Corredor do Lobito
  2. O Corredor do norte
  3. Argel-Lagos
  4. Cairo-Dakar

(c) EENI Business School & HA University / Escola de Negócios EENI & Universidade HA (1995-2018)