Curso a distância (EAD): Mercados fronteiriços africanos

Escola de Negócios EENI & Universidade HA


Início EENI

Programa da unidade curricular: os mercados fronteiriços (pioneiros) africanos.

A Nigéria: o primeiro mercado fronteiriço do mundo.

  1. Introdução aos Mercados Pioneiros (fronteiriços) na África
  2. O contexto africano
  3. O surgimento das classes médias africanas
  4. A redução dos conflitos na África
  5. O desenvolvimento humano
  6. A integração regional na África
  7. A melhora do ambiente empresarial na África
  8. A África não é uma região hostil para os investimentos
  9. Quem está investindo na África?
    1. Os países emergentes
    2. Que tipo dos investimentos chega à África?
  10. Os setores chave: os recursos naturais e as telecomunicações
  11. A África: o mercado trabalhista maior do mundo
O curso online (unidade curricular) «Os mercados fronteiriços africanos» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior (Doutoramentos, Mestrados, Bachelors) à distância (EAD) da EENI Business School & HA University:
  1. Doutoramentos EAD: Negócios na África, Comércio Exterior e Marketing Internacional
  2. Mestrados: África, Mercados Fronteiriços, Negócios Internacionais, Comércio Exterior
  3. Curso: negócios na África
  4. Bachelor of Science em Negócios Interafricanos à distância

Estudante Doutoramento a distância em Negócios Internacionais

Materiais de estudo em Ensino superior a distância em Português + Estudar mestrado comércio exterior em Inglês African Frontier Markets Cursos à distância EaD em Francês Marchés frontaliers affricains Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol Mercados fronterizos africanos.

Exemplo do curso (unidade curricular, EAD): os mercados fronteiriços africanos
Ambiente Negócios na África (curso)






Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Contatar Whatsapp / Print
Info EENI Voltar

Portal Africano da EENI Business School & HA University
Portal África, Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Descrição do curso (unidade curricular, ensino a distância EAD): Mercados fronteiriços africanos.

O crescimento económico da África últimos dez anos: 5%

  1. A melhora da governança na África
  2. O papel das instituições africanas
  3. Menos conflitos (menos conflitos na África que na Ásia)
  4. A urbanização (353 milhões de habitantes)
  5. O desenvolvimento humano
  6. Demanda interna africana
  7. Integração regional na África. Para a Área de Livre Comércio Continental Africana
  8. Comércio intra-africano
  9. Os novos parceiros emergentes da África
  10. Os principais setores: distribuição, transporte, telecomunicações, manufaturas e serviços
  11. A emergência da classe média africana: 350 milhões de habitantes (34% da população africana). 1.100 milhões em 2040 (42% da população africana)
  12. Jovem população africana: 60% (mercado de trabalho maior do mundo)

África: vinte mercados fronteiriços globais (50% do total).

  1. A Ásia e o Médio Oriente: três mercados fronteiriços. A América Latina: dois
  2. O primeiro mercado fronteiriço do mundo: a Nigéria
  3. O Quénia, Angola, o Gana, a Etiópia, o Marrocos, a Tanzânia, a Argélia, a Costa do Marfim, a Zâmbia, o Uganda...

A África: o continente emergente.

Mestrado EAD: Cooperação África-BRICS (Brasil)

Espaço Económico da Civilização Africana.

Mercados fronteiriços africanos



(c) EENI Business School & HA University / Escola de Negócios EENI & Universidade HA (1995-2018)