curso a distância (EAD): Integração regional na África

Escola de Negócios EENI & Universidade HA

Início EENI

Curso de educação à distância EaD - A integração regional na África. As Comunidades económicas regionais (8 ECTS, Ensino superior a distância em Português).

O objetivo principal do curso online «A integração regional na África» ministrado pela EENI Business School & HA Independent University, é compreender o irreversível processo da Integração africana, cujo objetivo final é a criação da «Área de Livre Comércio Continental Africana». O curso «A integração regional na África» é composto por dez unidades curriculares:

Integração económica na África (curso a distância)

  1. Introdução à integração regional na África (1 ECTS).
    1. As Comunidades económicas regionais (CER)
  2. O estado da integração regional na África (2 ECTS)
  3. O Plano de Ação para Impulsionar o Comércio Exterior Intra-africano (0,5 ECTS)
  4. As tecnologias da informação e comunicação (TIC), o comércio exterior e a integração regional na África (0,5 ECTS)
  5. A integração financeira regional na África (0,5 ECTS)
  6. As infraestruturas na África (1 ECTS).
    1. O Programa PIDA (0,3 ECTS)
  7. As cadeias de valor africanas (0,5 ECTS)
  8. A Organização para a Harmonização em África do Direito dos Negócios (OHADA) (1 ECTS)
  9. O Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC (0,1 ECTS)
  10. Área de Livre Comércio Continental Africana (CFTA) (0,5 ECTS)

Educação continuada a distância, Escola de Negócios EENI & Universidade HA

  1. Créditos do curso «Integração regional na África»: 8 ECTS
  2. Preço total do curso: 192 Euros (política de preços)
  3. Organização: EENI Business School & HA University
  4. Duração estimada: 8 semanas
  5. Faça o download do programa do curso EAD «Integração regional na África» (PDF)

Vantagens do ensino a distância, EENI & Universidade HA

Procedimento de inscrição em linha continuo:

Procedimento de inscrição online

Informação EENI Solicitação de informação do curso online

Este curso destina-se a todos aqueles que desejem compreender o caminho para a Área de Livre Comércio Continental Africana e as implicações socioeconómicas para a África.

Língua de estudo: Ensino superior a distância em Português ou Estudar mestrado a distância em Inglês African Economic Integration Cursos à distância EaD em Francês Intégration régionale en Afrique Educação superior a distância em Espanhol Integración regional en África. O estudante tem livre aceso aos materiais nestas línguas.

Objetivos específicos do curso a distância «A integração regional na África»

Os objetivos específicos do curso a distância são:

  1. Compreender a função da União Africana (UA), a Comissão Económica para a África (CEA), o Banco Africano de Desenvolvimento e as comunidades económicas regionais (CER) bem como a sobreposição das funções («spaghetti bowl») no processo de integração africana do Espaço Económico da Civilização Africana
  2. Compreender os quatro pilares da integração regional africana
  3. Compreender a Comunidade Económica Africana, a União Aduaneira da África e o futuro «Mercado comum africano»
  4. Conhecer as fortalezas e as debilidades da integração africana
  5. Conhecer o estado da integração regional da África
  6. Identificar os obstáculos ao comércio exterior entre os países africanos
  7. Conhecer o plano de ação para impulsionar o comércio exterior entre os países africanos (para conseguir uma quota de 25% do comércio exterior entre os países africanos)
  8. Valorizar as vantagens das TIC aplicadas ao comércio inter-africano
  9. Compreender a integração do sistema financeiro da África e o papel da banca transfronteiriça
  10. Entender o papel fundamental das infraestruturas (um dos motores do crescimento económico da África) e as TIC («A Revolução Móvel africana») no processo de integração africana
  11. Conhecer o PIDA (Programa para o Desenvolvimento da Infraestrutura na África)
  12. Avaliar o custo das operações na África
  13. Conhecer como as empresas podem obter vantagens competitivas das cadeias de valor africanas
  14. Aprender de dois bons exemplos de integração: a OHADA (Organização para a Harmonização em África do Direito dos Negócios) e o Acordo Tripartido (COMESA-EAC-SADC)
  15. Conhecer os possíveis caminhos para a área de livre comércio continental da África (CFTA), os benefícios para a África e os cenários possíveis para consegui-lo
O curso «A integração regional na África» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior (Doutoramentos, Mestrados EAD, Bachelors) à distância da EENI Business School & HA University:
  1. Doutoramento em Negócios na África (EaD)
  2. Mestrados à distância: Negócios Internacionais, Comércio Exterior, África Subsariana
  3. Bachelor's Degree em Negócios Interafricanos à distância

O curso tem os seus exercícios de modo evolutivo, assim ao terminar os exercícios e ao ser aprovados o estudante recebe o Diploma «Integração regional na África».

O estudante que já realizou o curso poderá validá-los e matricular-se no Bachelor's Degree (licenciatura), no mestrado ou no doutoramento da EENI Business School & HA University.

Portal África, Escola de Negócios EENI & Universidade HA
Visão U-EENI: Portal Africano da EENI Business School & HA University

Pedro Nonell, estudantes africanos

Modalidade. O curso apresenta-se em formato de educação à distância (EaD / e-learning).

Ensino superior para todos os africanos a preços acessíveis

Área de conhecimento: África.

Exemplo do curso a distância (EAD): a integração regional na África
Área de Livre Comércio Africana (Mestrado a distância)

Programa do curso a distância (EAD) «Integração regional na África».

Conteúdo programático da unidade curricular 1- Introdução à integração regional na África. As Comunidades Económicas Regionais:

Esta unidade curricular é composta por quatro partes:

1- Introdução à integração africana.

  1. A história do processo de integração regional no continente africano
  2. O Tratado de Abuja
  3. Para uma Comunidade Económica africana (CEA)
  4. Os tratados e protocolos sobre a integração regional

2- As Comunidades Económicas Regionais (CER) na África (Resumo).

  1. CEN-SAD (Comunidade dos Estados Sahelo-Saarianos)
  2. COMESA (Mercado Comum da África Oriental e Austral)
  3. EAC (Comunidade da África Oriental)
  4. CEEAC (Comunidade Económica dos Estados da África Central)
  5. CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental)
  6. IGAD (Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento)
  7. SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral)
  8. UMA (União do Magrebe Árabe)
  9. O Acordo Tripartido COMESA-EAC-SADC

3- Outros grupos económicos africanos de integração (Resumo).

  1. SACU (União Aduaneira da África Austral)
  2. MRU (União do Rio Mano)
  3. IOC (Comissão do Oceano Índico)
  4. UEMOA (União Econômica e Monetária do Oeste Africano)
  5. ZMAO (Área Monetária da África Ocidental)
  6. ICGLR (Conferência Internacional sobre a região dos Grandes Lagos)
  7. CEMAC (Comunidade Económica e Monetária da África Central)

4- Os quatro pilares da integração regional na África.

  1. O comércio exterior e a integração dos mercados
  2. A harmonização das políticas setoriais
  3. A convergência macroeconómica, política, financeira e a integração monetária
  4. Paz, Segurança, Estabilidade e Governabilidade
  5. Feitos e cifras sobre a integração regional na África

Conteúdo programático da unidade curricular 2- O estado da integração regional na África.

  1. O Relatório sobre a Avaliação da Integração regional na África (ARIA) (Comissão Económica para a África, Banco Africano de Desenvolvimento, União Africana)
  2. Avanços nas áreas chave nas comunidades económicas regionais
  3. A livre circulação de pessoas e o direito de estabelecimento
  4. A convergência das políticas macroeconómicas
  5. A integração física.
    1. Estradas
    2. Ferrovias
    3. Transporte aéreo
    4. A energia
  6. Os desenvolvimentos a nível das Comunidades económicas regionais e a nível continental
  7. O fomento da integração regional
  8. A Harmonização das normas de origem na África
  9. O Programa e as medidas de facilitação do comércio
  10. O acesso ao mercado. Os serviços
  11. As iniciativas dos corredores africanos de transporte
  12. As melhores práticas na integração regional na África

Estudantes da EENI Business School & HA University na África
Estudantes a distância da África, EENI & Universidade HA

Descrição do curso - Integração regional na África.

O objetivo final da Comissão Económica para a África (CEA) é criar um mercado comum africano, através do desenvolvimento das comunidades económicas regionais já que observa-se que são o instrumento mais adequado para desenvolver o comércio exterior e a integração do mercado africano.

As comunidades económicas regionais são os principais clientes a nível sub-regional da Comissão Económica para a África.

Como tal a Comissão, e os seus escritórios sub-regionais, trabalham estreitamente com as comunidades económicas regionais para harmonizar as políticas dos diferentes países e reforçar a capacidade técnica para desenvolver a integração regional.

A Ata Constitutiva da União Africana (UA) deixa claro que o principal objetivo da União é estabelecer uma Comunidade Económica africana e atribui às comunidades económicas regionais a responsabilidade primordial de conseguir este objetivo.

Na atualidade existem vários blocos regionais africanos, as chamadas comunidades económicas regionais (CER), muitos deles sobrepõem-se entre se.

Comunidades económicas regionais (CER):

  1. A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental
  2. O Mercado comum da África Oriental e Austral
  3. A Comunidade da África Oriental
  4. A Comunidade dos Estados Sahelo-Saarianos
  5. A União do Magrebe Árabe
  6. A Comunidade Económica dos Estados da África Central

Um passo intermédio neste esforço é a transição das comunidades económicas regionais em uma União Aduaneira; em onde se realizaram avanços significativos.

  1. A Comunidade da África Oriental converteu-se em uma União Aduaneira o 1 de janeiro de 2005 com a introdução do Protocolo de União Aduaneira da Comunidade da África Oriental
  2. A Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral espera estabelecer uma União Aduaneira
  3. O Mercado Comum da África Oriental e Austral planeja converter em uma União Aduaneira

Exemplos - Integração regional na África

Centro Africano Política Comercial

Encorajar o comércio intra-africano

Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA)

Integração e Comércio intra-africano

Programa de Desenvolvimento das Infraestruturas da África PIDA

Curso a distância online: Corredor Africano do norte

Eliminação das barreiras comerciais na África (curso a distância)

Mestrado a distância: Comunidade dos Estados Sahel-Saarianos (CEN-SAD)

Mestrado a distância: Comunidade Económica e Monetária da África Central (CEMAC)

Curso EAD: União Aduaneira da África Austral (SACU)

O transporte marítimo na África.

(c) EENI Business School & HA University / Escola de Negócios EENI & Universidade HA (1995-2018)