Escola Negócios EENI Business School Universidade
Acordo ASEAN-Austrália-Nova Zelândia

Conteúdo programático da unidade curricular: a Área de livre-comércio da ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático)-Austrália-Nova Zelândia (Curso).

  1. Introdução à Área de livre-comércio ASEAN-Austrália-Nova Zelândia
  2. O comércio exterior entre a Associação de Nações do Sudeste Asiático e a Austrália e a Nova Zelândia
  3. As regras de origem da área de livre-comércio

Cursos Mestrados Doutoramentos Escola Negócios EENI

A unidade curricular «ASEAN-Austrália-Nova Zelândia (Área de livre-comércio)» estuda-se nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):
  1. Mestrados: Negócios na Ásia, Mercados Muçulmanos, Negócios Internacionais, Comércio Exterior, Relações Económicas
  2. Doutoramentos (Doutorados): Negócios Asiáticos, Negócios Islâmicos, Comércio Mundial
  3. Cursos: Negócios no Sudeste Asiático (ASEAN), Oceânia

Estudante Doutoramento Mestrado Negócios à distância online

Língua de estudo: Ensino superior à distância online em Português + Estudar mestrado comércio exterior online em Inglês ASEAN-Australia Mestrado negócios comércio EAD em Espanhol ASEAN Asociación de Naciones del Sudeste Asiático Estudar mestrado negócios internacionais em Francês ASEAN Australie - Nouvelle-Zélande.

Descrição da unidade curricular - A Área de livre-comércio ASEAN-Austrália-Nova Zelândia.

O 23ª Fórum da ASEAN e a Austrália celebrou-se em Singapura (19 de março de 2010) com a participação dos representantes da Austrália, dos Estados-membros da ASEAN e da Secretaria da ASEAN.

O Fórum acolheu com satisfação a entrada em vigor do acordo constitutivo da área de livre-comércio exterior ASEAN-Austrália-Nova Zelândia.

A Área de livre-comércio ASEAN-Austrália-Nova Zelândia entrou em vigor em janeiro de 2010 e está sendo implementada por todas as partes (o Brunei Darussalã, Mianmar, as Filipinas, a Malásia, Singapura, a Tailândia e o Vietname, Camboja, a Indonésia e a República Democrática Popular de Laos).

A área de Livre espera criar uma Área transpacífica de Livre-comércio com um mercado de 600 milhões de habitantes, com um PIB combinado de 2,7 bilhões de dólares. É o Acordo Económico mais amplo assinado pela ASEAN até a fecha.

  1. A Austrália é um importante parceiro comercial da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN)
  2. O comércio exterior total dos países da ASEAN com a Austrália cresceu de 41,9 mil milhões de dólares em 2007 a 43,8 mil milhões de dólares
  3. O total do investimento estrangeiro direto (IED) da Austrália na ASEAN cresceu de 303 milhões de dólares em 2006 a 700,9 milhões de dólares
  4. O comércio exterior total entre a ASEAN e a Nova Zelândia foi de 5.370 milhões de dólares, um aumento de 4.500 milhões de dólares
  5. Os investimentos da Nova Zelândia nos Estados-membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) foram de 239 milhões de dólares o que representa o 0,6% do total de investimento estrangeiro direto (IED) na região

A Área de livre-comércio da ASEAN-Austrália-Nova Zelândia abrange

  1. O comércio exterior de mercadorias e os serviços (incluídos os serviços financeiros e as telecomunicações)
  2. O investimento estrangeiro direto (IED)
  3. O comércio eletrónico
  4. O movimento de pessoas físicas
  5. Os direitos de propriedade intelectual
  6. A política de concorrência
  7. A cooperação económica




Tweter.png Tweet 
Envie para um amigo:

/ / Envie-nos um WhatsApp / Contactar Skype / Contato por telefone / Print /
Info EENI Voltar

 

Exemplo da unidade curricular (EAD): ASEAN-Austrália-Nova Zelândia (Área de livre-comércio):
Curso: Acordo de Livre-Comércio ASEAN-Austrália-Nova Zelândia

Acordos comerciais da ASEAN: Comunidade económica da ASEAN, Área de livre-comércio, Triângulo de Crescimento, ACMECS, Área de crescimento, União Europeia, Estados Unidos, China, Canadá, Coreia, Índia, Japão, Paquistão, Rússia...



(c) EENI Global Business School (Escola de Negócios, 1995-2020)
Ensino superior para todos a preços acessíveis
Não usamos cookies.
Voltar ao topo da página