Escola de Negócios EENI Business School

APEC: Acordos de Livre-Comércio


Compartilhar por Twitter

Conteúdo programático da unidade curricular (UC): os acordos de livre-comércio e os acordos comerciais regionais da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC).

  1. Introdução aos acordos de livre-comércio (ALC) e aos acordos comerciais Regionais nos países do Fórum de Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC);
  2. As convergências e as divergências dos acordos;
  3. As disposições de acesso ao mercado na região Ásia-Pacífico APEC;
  4. O estado da integração na região da APEC: a liberalização tarifária;
  5. As regras de origem;
  6. Os procedimentos aduaneiros na APEC;
  7. As medidas sanitárias e fitossanitárias (SPS);
  8. As barreiras técnicas ao comércio exterior;
  9. O Comércio exterior de serviços;
  10. O investimento estrangeiro direto (IED);
  11. A Aliança do Pacífico.

Exemplo:
Os acordos de livre-comércio (ALC) da APEC
Mestrado Doutoramento: Ásia-Pacífico Acordos Comérciais

Formação online (Curso, Mestrado, Doutoramento): Acesso preferencial / Acordos comerciais

Estudante doutoramento / mestrado, negócios internacionais, comércio exterior

A UC «APEC - Acordos de Livre-Comércio» é estudada nos seguintes programas de ensino superior online ministrados pela EENI Global Business School (Escola de Negócios):

Mestrados (MIB): Negócios na América, Ásia, Relações Económicas, Negócios Internacionais, Comércio Exterior.

Mestrados em Comércio Exterior e Negócios Internacionais - Formação online

Doutoramento (Doutorado DIB): Negócios Asiáticos, Negócios Americanos, Comércio Mundial.

Doutorados (Doutoramentos) Profissionais em Negócios Internacionais - Formação online

Línguas: Ensino superior à distância (Cursos, Mestrados, Doutoramento) em Português, comércio exterior + Estudar em Inglês online, curso mestrado doutoramento, comércio exterior, negócios internacionais APEC e Mestrado negócios internacionais comércio exterior EAD em Espanhol APEC Estudar mestrado negócios internacionais e comércio exterior em Francês APEC.

Qual é a missão da Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC)?

Os acordos de livre-comércio (ALC) na APEC

O Fórum de Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC) reconhece a importante função que os acordos comerciais regionais e os acordos de livre-comércio (ALC) podem desempenhar na liberalização do comércio exterior na região Ásia-Pacífico (APEC). Acelerar a integração económica regional continua sendo uma prioridade.

Depois da criação do Fórum de Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC) em 1992, foi criado o Acordo de Livre-Comércio da ASEAN. Hoje, no entanto, muitas economias da Ásia (sobretudo Singapura, a Coreia do Sul, o Japão e a China) também têm estabelecido acordos bilaterais do comércio exterior, tanto dentro como fora da região.

Singapura é o país mais integrado da Ásia, tendo concluído treze Acordos de Livre-Comércio (ALC). Alguns dos acordos regionais bilaterais do comércio exterior são o Japão e as Filipinas, o Japão e a Tailândia, o Japão-Singapura, a Malásia e o Japão, Hong Kong e a China, a Coreia-Singapura e a Nova Zelândia e a Tailândia. Estão-se realizando negociações dos acordos de livre-comércio entre a China e Singapura e entre o Japão e o Vietname, entre outros.

Os países-membros da região da APEC na Ásia e nas Américas também formaram acordos comerciais através do Pacífico. Em 2003, a Coreia do Sul e o Chile assinaram um Acordo de Livre-Comércio (ALC) bilateral; e em 2005, o Brunei Darussalã, a Nova Zelândia e Singapura concluíram as negociações para um acordo comercial com o Chile. Um Acordo de Livre-Comércio (ALC) entre o Chile e a China entrou em vigor em outubro de 2006.

O Acordo de Parceria Económica México - Japão, primeiro Acordo de Livre-Comércio do Japão fora da região, entrou em vigor em 2005. Em Setembro de 2007, entrou em vigor o Acordo entre o Japão e o Chile.

  1. Austrália-Chile;
  2. Peru-Singapura;
  3. China-Chile;
  4. Canadá-Chile.

Singapura e os Estados Unidos da América chegaram a um dos primeiros acordos de livre-comércio em 2003, e o Acordo de Livre-Comércio (ALC) entre os Estados Unidos e a Austrália entrou em vigor em 2005. O mesmo ano, o Peru e a Tailândia assinaram um acordo bilateral. O Panamá concluiu também negociações para um Acordo de Livre-Comércio (ALC) com Singapura em 2006, e o Peru e Singapura concluíram as negociações em 2008.

Mais acordos transpacíficos estão a ponto de finalizar-se: os Estados Unidos concluíram as negociações com a Coreia do Sul, em negociações com a Malásia e a Tailândia, enquanto a Malásia e o Chile estão levando a cabo negociações.

Também teve decisões plurilaterais de Livre-comércio na região da Ásia-Pacífico (APEC). A China assinou um Acordo de Livre-Comércio com a ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático), e o capítulo sobre o comércio exterior de mercadorias da ASEAN-Coreia entrou em vigor em Junho de 2007.

O Acordo entre o Japão e a ASEAN foi assinado em abril de 2008. Outras iniciativas plurilaterais da ASEAN incluem uma proposta para estabelecer uma Associação Económica da ASEAN e a Índia, assim como transformar o Acordo entre a ASEAN, a Austrália e a Nova Zelândia em um verdadeiro Acordo de Livre-Comércio (ALC). A China está atualmente negociando com a Austrália e a Nova Zelândia.

Os acordos comerciais na região da APEC - Ásia-Pacífico (APEC):

1 - Austrália-Nova Zelândia
2 - México-Peru
3 - Austrália-Papua-Nova Guiné
4 - ASEAN
5 - Acordo Estados Unidos-México-Canadá
6 - Canadá-Chile
7 - Chile-México
8 - Nova Zelândia-Singapura
9 - Argentina-Austrália
10 - Japão-Singapura
11 - ASEAN-China
12 - Austrália-ESTADOS UNIDOS
13 - Japão-Estados Unidos Mexicanos
14 - Chile-ESTADOS UNIDOS
15 - México-ESTADOS UNIDOS
16 - Chile-Coreia
17 - China-Hong Kong
18 - Japão-Malásia
19 - Japão-Tailândia
20 - Coreia-México
21 - P4 - Acordo Transpacífico
22 - Austrália-Tailândia
23 - Nova Zelândia-Tailândia
24 - Peru-ESTADOS UNIDOS
25 - Chile-China
26 - Japão-México
27 - Chile-Peru
28 - Peru-Tailândia
29 - Chile-Japão
30 - Coreia-ESTADOS UNIDOS

Outros países da região Ásia-Pacífico: Canadá, a Indonésia, a Rússia, Taiwan.

O Corredor de Crescimento Ásia-África.


(c) Escola de Negócios EENI Global Business School (1995-2022)
Não usamos cookies
Topo da página